UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Problemas com o Detran e inquérito na Justiça: erros de Romário no RJTV
14.09.2018 - 18h00
O senador Romário, candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo Podemos, foi entrevistado nesta sexta-feira (14) no RJTV 1ª edição. Na segunda, o convidado foi Anthony Garotinho (PRP). Na terça, Tarcísio Motta (PSOL). Na quarta, Indio da Costa (PSD). Na quinta, Eduardo Paes (DEM). Confira as checagens da Lupa:
“Eu deixei de poder dirigir tem três, quatro meses”
Romário, candidato do Podemos ao governo do RJ, em entrevista concedida ao RJTV 1 no dia 14 de setembro de 2018
Falso
Uma consulta ao site do Detran-RJ revela que a carteira de habilitação de Romário venceu no dia 2 de maio de 2017. Portanto, o candidato não poderia dirigir há, no mínimo, um ano e quatro meses. Na última quinta-feira (13), o 2º Juizado Especial Fazendário do RJ anulou o processo administrativo que cassou a carteira de Romário. Mesmo assim, para que o candidato volte a dirigir, precisará que o processo seja julgado mais uma vez pelo Detran.
Procurado, Romário não retornou.

“Eu nunca vou me negar a soprar [o bafômetro]”
Romário, candidato do Podemos ao governo do RJ, em entrevista concedida ao RJTV 1 no dia 14 de setembro de 2018
Contraditório
Na mesma entrevista, Romário conta que deixou de soprar o bafômetro algumas vezes por não ter concordado com a forma como foi abordado pelos agentes de fiscalização. “Eu não soprei nessas duas ou três vezes porque a abordagem da pessoa não foi do jeito que eu achava que deveria ser”. Em 2010, 2011 e 2014, Romário não aceitou fazer o teste para comprovar se havia consumido bebida alcoólica ao ser parado em blitz da Lei Seca.
Procurado, o candidato não retornou.

“Eu não apareço nem no inquérito desse acidente [atropelamento de motoqueiro]”
Romário, candidato do Podemos ao governo do RJ, em entrevista concedida ao RJTV 1 no dia 14 de setembro de 2018
Contraditório
No dia 16 de dezembro de 2017, Romário se envolveu em um acidente de trânsito, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Um motociclista foi atropelado pelo Porsche que está em nome da irmã do ex-jogador de futebol. Em um primeiro momento, a Polícia Militar informou que quem estava dirigindo era um amigo do hoje candidato a governador. Mas, em junho desde ano, o Ministério Público pediu que o caso fosse investigado, depois de uma testemunha dizer que era Romário quem conduzia o veículo.
Ao comentar o caso, o senador disse ter ciência da audiência que ocorrerá no próximo dia 20 e mostrou saber que, sim, aparece como autor no inquérito em questão: “Meus advogados vão ali para perguntar por que eu apareço ali, como autor do incidente”.
Uma consulta ao portal do Tribunal de Justiça mostra que Romário é um dos indiciados por lesão corporal culposa.
Procurado, o candidato não retornou.

“A intervenção [federal na segurança do RJ] tem mais de 78% de aprovação”
Romário, candidato do Podemos ao governo do RJ, em entrevista concedida ao RJTV 1 no dia 14 de setembro de 2018
Verdadeiro, mas...
Pesquisa publicada pelo Datafolha em março deste ano mostrou que 76% dos cariocas eram favoráveis à intervenção do governo federal na segurança do RJ. Levantamento divulgado no último dia 7 pelo mesmo instituto indica que 72% dos entrevistados são “a favor da continuidade” da intervenção federal. Mas na pesquisa feita pelo Ibope e divulgada em 20 de agosto, o percentual foi menor: 55% dos entrevistados diziam aprovar a intervenção.

“Entre autorias e relatorias, tenho mais de 100 projetos”
Romário, candidato do Podemos ao governo do RJ, em entrevista concedida ao RJTV 1 no dia 14 de setembro de 2018
Verdadeiro
Dados disponíveis no site do Senado mostram que, desde 2015, Romário assinou 75 projetos de lei e três propostas de emenda à constituição. Como relator, ele atuou em 73 proposições, entre projetos de lei da Câmara e do Senado.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Checagem
Conteúdo de verificação e classificação de uma ou mais falas específicas de determinada pessoa, seguindo metodologia própria.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


26.06.2024 - 18h01
Checagem
No UOL, Lula erra sobre economia e ao negar críticas à gestão Bolsonaro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concedeu entrevista ao UOL, nesta quarta (26), e tratou de assuntos como economia, aborto, drogas e a saída temporária de detentos. O petista errou ao dizer que todos os dados econômicos melhoraram depois que assumiu o governo e ao negar ter criticado o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Gabriela Soares
07.06.2024 - 15h51
Sabatina MyNews
Kim erra dados sobre desaprovação de Haddad e atendimento psicossocial

A Lupa deu a largada à cobertura das eleições de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). O sexto entrevistado foi o deputado federal por SP Kim Kataguiri (União Brasil), que errou dados sobre desaprovação do ex-prefeito Fernando Haddad e de leitos de atendimento psicossocial.

Carol Macário
07.06.2024 - 13h49
Sabatina MyNews
Marina Helena erra sobre acidentes em SP e exagera sobre educação no Ceará

A Lupa deu a largada nesta semana à cobertura das eleições municipais de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). A quinta entrevistada foi Marina Helena (Novo), que errou ao citar dado sobre acidentes envolvendo motocicletas e exagerou sobre professores temporários no Ceará

Carol Macário
07.06.2024 - 09h49
Sabatina MyNews
Tabata erra sobre dados de trânsito e vagas para dependentes químicos

A Lupa deu a largada nesta semana à cobertura das eleições municipais de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). A quarta entrevistada foi a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP), que errou sobre dados de trânsito e a quantidade de CEUs e vagas para tratar dependentes químicos

Carol Macário
06.06.2024 - 15h49
Sabatina MyNews
Pablo Marçal erra sobre candidatura indeferida, obras e combate à dengue

A Lupa deu a largada nesta semana à cobertura das eleições municipais de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). O terceiro entrevistado é Pablo Marçal (PRTB) que errou ao falar sobre sua candidatura indeferida à presidência em 2022, obras e combate à dengue.

Carol Macário
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital