UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Vetada pelo TSE, declaração falsa atribuída a Haddad segue ‘viva’ nas redes sociais
27.09.2018 - 17h14
Rio de Janeiro - RJ
Na última terça-feira (25) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ordenou a retirada imediata de post que atribuia uma falsa declaração ao candidato à presidência Fernando Haddad (PT). Segundo a publicação, o petista teria dito o seguinte: “Ao completar 5 anos de idade, a criança passa a ser propriedade do Estado! Cabe a nós decidir se menino será menina e vice-versa! Aos pais cabe acatar nossa decisão respeitosamente! Sabemos o que é melhor para as crianças!” Essa frase nunca foi dita por ele.
O relator da decisão, ministro Carlos Horbach, entendeu que a mensagem tinha “clara intenção de falsear as concepções do candidato representante”. “Comentários dessa natureza geram desinformação no período eleitoral e têm a potencialidade de atingir o candidato em sua imagem”, escreveu.
Mesmo assim, imagens idênticas à impugnada pelo TSE seguem circulando pelo Facebook (veja aqui, aqui, aqui e aqui), com cerca de 10 mil compartilhamentos somadas. Uma das publicações retiradas do ar, de uma página chamada Cacilda e datada do dia 23 de setembro, já tinha mais de 148 mil compartilhamentos quando o candidato pediu que o conteúdo ofensivo e difamatório fosse removido da internet.
Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que a veracidade desse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“Ao completar 5 anos de idade, a criança passa a ser propriedade do Estado! Cabe a nós decidir se menino será menina e vice-versa! Aos pais cabe acatar nossa decisão respeitosamente! Sabemos o que é melhor para as crianças!”
Texto que acompanha imagem (aqui, aqui, aqui e aqui) que, até as 13h do dia 27 de setembro de 2018, já tinha mais de 10 mil compartilhamentos no Facebook
Falso
Após uma busca minuciosa, a Lupa não encontrou essa fala – nem qualquer outra de natureza semelhante – proferida por Haddad. Antes mesmo da decisão do TSE, a assessoria do candidato já havia se pronunciado sobre o boato, classificando como “fake news”. Publicação no site da coligação Brasil Feliz de Novo, que apoia Haddad, dizia também que o candidato defende “o Estado apoiando as crianças para que cresçam felizes ao lado de suas famílias”.
Além da Lupa, o site Aos Fatos e o projeto Estadão Verifica verificaram esta informação.
Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


19.02.2024 - 19h50
Política
É falso que Infraero e Anac confirmaram pouso de Trump em Guarulhos no dia de ato bolsonarista

Circula nas redes sociais uma suposta notícia afirmando que a Infraero e a Anac teriam confirmado que o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump teria um pouso agendado no Aeroporto Internacional de Guarulhos para o dia 25 de fevereiro. É falso. Ambas as organizações negaram que emitiram tal informação.


Evelyn Fagundes
19.02.2024 - 18h10
Política
É antiga foto que mostra Eduardo Paes ajoelhado próximo a Sérgio Cabral na Sapucaí

Post insinua que o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes, se encontraram na Marquês de Sapucaí no carnaval deste ano. Falta contexto. As imagens que mostram os dois durante a festividade são antigas e foram relembradas recentemente por Cabral em sua conta no Instagram.

Catiane Pereira
19.02.2024 - 17h31
Meio ambiente
Vídeo de extração de madeira é antigo e não tem relação com governo Lula

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra caminhões carregando toras de madeira extraídas de uma área florestal. Segundo a legenda que acompanha o conteúdo, a gravação teria sido feita recentemente, durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). É falso. A Lupa identificou o mesmo vídeo em uma publicação feita no YouTube em 2018.

Evelyn Fagundes
16.02.2024 - 18h54
Saúde
Vigilância Sanitária não recomenda colocar cloro com sal em ralos contra a dengue

Mensagem afirma que a Vigilância Sanitária pediu para a população inserir meio copo de cloro e uma colher de sal nos ralos para combater focos de dengue. É falso. A Anvisa não emitiu o comunicado. Apesar de o cloro ser eficaz no combate a larvas do mosquito, o produto só mostra benefício em determinadas circunstâncias quando dissolvido em água.

Evelyn Fagundes
16.02.2024 - 17h30
Saúde
É falso que Globo fez comercial defendendo o direito de abortar

Circula nas redes sociais um vídeo que aborda o direito das mulheres em escolherem sobre a continuidade de uma gravidez. Segundo a narrativa que acompanha o post, a gravação seria um comercial produzido pela Rede Globo. É falso. O clipe foi desenvolvido em 2015 pelo estúdio Busca Vida Filmes, da cineasta Petra Costa.

Evelyn Fagundes
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital