UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que advogado que apoia Haddad defenda agressor de Bolsonaro
25.10.2018 - 20h55
Rio de Janeiro - RJ
Circula na internet uma foto do advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, mais conhecido como Kakay, ao lado do candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad. A imagem vem acompanhada de uma frase que sugere que o advogado defende o homem que esfaqueou Jair Bolsonaro, do PSL, no dia 6 de setembro de 2018. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“[Kakay] Um dos quatro advogados de Adélio Bispo ao lado de Haddad”
Imagem que às 19h do dia 25 de outubro de 2018 já tinha mais de 3,6 mil compartilhamentos no Facebook
Falso
Adélio Bispo, que está preso por ter esfaqueado o candidato do PSL ao Palácio do Planalto, é defendido por quatro advogados Zanone Manuel de Oliveira Junior, Pedro Augusto de Lima Felipe e Possa, Fernando Costa Oliveira Magalhães e Marcelo Manoel da Costa.
Ao ser consultado sobre o assunto, Kakay enviou uma nota à Lupa com seguinte declaração: “Sou advogado criminal e soube agora que estes bandidos que habitam o submundo, que usam as fakes news para denegrir as pessoas nas redes sociais, estão espalhando uma foto minha com o Haddad e dizendo, irresponsável e criminosamente, que eu seria advogado deste maluco que praticou o bárbaro crime contra o Bolsonaro”.
E continuou: “Não conheço, nunca vi e não sou advogado deste tal Adélio. Esta notícia é falsa e faz parte deste conjunto de crimes que diariamente está perpetrado contra a sociedade brasileira e contra a democracia. Tomarei todas as medidas judiciais para encontrar estes facínoras, que agem nas sombras e no covarde anonimato. Criminosos que atentam contra a soberania nacional ao tentarem interferir no processo eleitoral. Se ousam atentar contra o Supremo Tribunal certamente se sente à vontade para atentar contra um advogado. Não passarão. A Constituição vai prevalecer”.
Na semana passada, Kakay assinou um manifesto que reúne juristas e advogados e defende Haddad como o único candidato capaz de garantir a continuidade do regime democrático no Brasil.
Verificação semelhante foi feita pelo site do G1.
Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


27.05.2024 - 17h13
Rio Grande do Sul
Não é do Rio Grande do Sul vídeo que mostra enxurrada invadindo casa. Imagens foram registradas em Goiás

Vídeo nas redes sociais mostra uma enxurrada invadindo o pátio de uma casa. A legenda que acompanha o post alega que as cenas foram gravadas no Rio Grande do Sul, estado que sofre as consequências de enchentes. É falso. Uma busca reversa revelou que as imagens foram registradas em Anápolis, município de Goiás, em novembro de 2021.

Maiquel Rosauro
27.05.2024 - 16h29
Justiça
Lei que impõe sigilo em casos de violência doméstica não beneficia filho de Lula acusado de agressão

Circula pelas redes sociais que uma lei sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) beneficia seu filho, Luís Cláudio Lula da Silva, acusado de agredir a ex-namorada. É falso. Publicações distorcem o objetivo da lei, que declara sigilo apenas sobre a identidade da vítima, não sobre o nome do agressor ou outros dados do processo.

Catiane Pereira
27.05.2024 - 14h45
Rio Grande do Sul
É falso que o governo Lula adquiriu “arroz de plástico chinês”

Vídeo mostra produção sintética de arroz. Segundo a legenda, esse seria o produto adquirido pelo Brasil para suprir o mercado. É falso. A Conab, responsável pela mediação e aquisição, afirma que se trata de desinformação. O edital de compra – que está suspenso – estabelece que o produto deve obedecer a diversos critérios de qualidade e segurança. 


Evelyn Fagundes
22.05.2024 - 12h12
Enchentes no RS
Exército não montou tendas para atender equipe do Jornal Nacional no RS

Circula nas redes o trecho de podcast em que voluntários no RS afirmam que o Exército montou duas tendas para atender exclusivamente a equipe do Jornal Nacional. É falso. As tendas foram montadas para apoiar as vítimas das enchentes, e a imprensa apenas acompanhou o processo. Em vídeo, as voluntárias esclareceram o engano. 


Gabriela Soares
22.05.2024 - 11h42
Enchentes no RS
É falso que avião da Força Aérea dos EUA pousou no RS com toneladas de doações

Circula pelas redes sociais um vídeo afirmando que uma aeronave da Força Aérea dos EUA (USAF) pousou no Rio Grande do Sul com toneladas de donativos. É falso. O consulado americano e a embaixada dos Estados Unidos desmentiram o boato.


Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital