UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que Petrobras rompeu contrato com a McLaren na Fórmula 1
09.05.2019 - 14h39
Rio de Janeiro - RJ
Circula nas redes sociais uma imagem com texto afirmando que a Petrobras cancelou um contrato de patrocínio de R$ 780 milhões com a escuderia McLaren, na Fórmula 1. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“Petrobras cancela contrato de R$ 780 milhões com a McLaren. Verba vai pra ensino fundamental, ciência e tecnologia. Perfeito!”
Texto de post que, até as 12 horas do dia 9 de maio, recebeu mais de 15,8 mil compartilhamentos no Facebook
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. Embora no início do ano a Petrobras tenha informado que estava revendo sua política de patrocínios, o contrato firmado com a McLaren em 2018 continua em vigor. Isso foi confirmado à Lupa pela própria empresa, por telefone. O logotipo da Petrobras, inclusive, aparece na lateral do novo carro da McLaren, o MCL 34, projetado para a temporada 2019.
As informações sobre a parceria tecnológica entre as duas empresas estão disponíveis no site da Petrobras. Porém, há uma cláusula de confidencialidade no contrato, e o valor do patrocínio não é divulgado.
O acordo fechado entre as empresas previa uma cooperação tecnológica com o Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes) para o desenvolvimento de combustíveis e lubrificantes mais eficientes e que dessem melhor performance aos carros da McLaren. Para isso, um laboratório seria montado dentro dos boxes da escuderia, que utilizaria os produtos ainda em 2019. No entanto, segundo publicações especializadas, isso ainda não ocorre.
Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


14.07.2024 - 18h09
Internacional
É falso que senador Randolfe Rodrigues se solidarizou com homem que atirou em Donald Trump

Post alega que o senador Randolfe Rodrigues se solidarizou com o homem morto pela polícia após tentar assassinar o ex-presidente e candidato à presidência dos EUA Donald Trump. A publicação exibe um print do X do parlamentar com a mensagem. É falso. Não há indício de que Randolfe tenha feito o post. A página que fez a alegação deletou a postagem.

Maiquel Rosauro
14.07.2024 - 17h18
Eleições nos EUA
É falso que foto comprova que Trump foi baleado no peito em atentado

Circula nas redes sociais e no WhatsApp uma imagem que sugere que o ex-presidente dos Estados Unidos e atual candidato republicano Donald Trump também teria levado um tiro no peito durante atentado na Pensilvânia. É falso. Na verdade, o suposto buraco de bala não passa de uma dobra no casaco de um dos agentes do Serviço Secreto que o protegeram.

Cristina Tardáguila
14.07.2024 - 17h08
Eleições nos EUA
Homem de touca em foto não é atirador de atentado contra Trump; trata-se de jornalista italiano

Circula nas redes post que diz que a pessoa que tentou assassinar o ex-presidente Donald Trump é Mark Violets, membro de um grupo antifacista. O post inclui uma foto do suposto acusado.. É falso. A imagem que circula é do jornalista italiano Marco Violi. O FBI afirma que a autoria dos tiros é de Thomas Crooks. Portanto, trata-se de pessoas distintas.

Ítalo Rômany
10.07.2024 - 17h34
Política
Vídeo de Lula assumindo que levou 11 contêineres de acervo é anterior a decisão do TCU sobre presentes

Circula nas redes post afirmando que o presidente Lula saiu da Presidência com 11 contêineres de acervo, sem devolver os presentes recebidos. Falta contexto. À época, havia um entendimento de que o acervo deveria ser preservado pelos ex-presidentes. Somente após acórdão do TCU, em setembro de 2016, é que o petista devolveu os presentes.

Ítalo Rômany
10.07.2024 - 17h13
Política
Janja não disse que aumento do preço da gasolina é para os veículos e não para os motoristas. É uma sátira

Post alega que a primeira dama Janja da Silva disse que o aumento no preço da gasolina é para veículos, não para motoristas. A frase remetida à Janja está presente em uma captura de tela que possui o layout do g1. É falso. Janja não disse a frase. A arte presente no post é uma sátira inspirada em um antigo comentário de Janja sobre importações.

Maiquel Rosauro
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital