UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Foto de estátua satanista nos EUA é de protesto em defesa do estado laico
20.09.2019 - 18h09
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelas redes sociais a foto de uma estátua de Baphomet, uma entidade pagã hoje associada ao satanismo, que teria sido inaugurada recentemente em Oklahoma, nos Estados Unidos. A figura tem a seu lado duas crianças e, ao fundo, vê-se um prédio branco semelhante ao Capitólio, localizado em Washington. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“A estátua de Baphomet acaba de ser inaugurada nos Estados Unidos no Estado de Oklahoma.”
Trecho de legenda de post no Facebook que, até as 11h de 20 de setembro de 2019, tinha mais de 900 compartilhamentos
Falso
A informação, analisada pela Lupa, é falsa. A foto original foi tirada em 16 de agosto de 2018 pelo jornal local Arkansas Times. Naquele dia, a estátua de Baphomet foi colocada temporariamente em frente ao Capitólio Estadual de Little Rock, capital do estado de Arkansas, no sudeste dos Estados Unidos. O grupo Templo Satânico levou a peça, de cerca de 2,5 metros de altura, até o local, em um protesto em defesa do estado laico. O episódio foi tema de reportagens nos principais veículos do país..
O problema começou em 2017, quando houve a instalação de um monumento em homenagem aos 10 Mandamentos nos arredores do Capitólio Estadual, com apoio do senador republicano Jason Rapert. Destruído intencionalmente por um carro no mesmo dia em que foi instalado, o controverso bloco de granito foi refeito e recolocado em abril de 2018. Entidades de defesa de direitos civis criticam a instalação, que consideram inconstitucional. A polêmica surgiu porque o monumento está ligado ao cristianismo e foi colocado em uma área pública, que, pela lei, tem de ser laica – ou seja, não pode privilegiar uma determinada religião em detrimento das outras.
Também contrário ao monumento, o Templo Satânico levou a estátua de Baphomet até Little Rock como forma de protesto, alegando que, se há espaço para uma religião, então deve haver para todas. A estátua de Baphomet foi retirada do local no mesmo dia, mas o Templo Satânico tem pressionado judicialmente as autoridades, alegando violação da Constituição no caso.
O grupo não é formado por adoradores do demônio, mas por ateus, ativistas humanistas e defensores da ciência e da liberdade de expressão. O uso de figuras demoníacas tem o objetivo de chocar e chamar a atenção para o aumento da influência da religião sobre o Estado, como ocorreu no Arkansas.
A estátua de Baphomet foi criada pelo grupo em 2015, por meio de uma campanha de financiamento coletivo, por causa de uma situação semelhante ocorrida em Oklahoma. Na época, o estado também tinha um monumento em homenagem aos 10 Mandamentos instalado em área pública. Não houve tempo, no entanto, para usá-la. Naquele mesmo ano, uma decisão judicial ordenou a destruição da peça religiosa.
Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


24.04.2024 - 13h17
Política
Documento apresentado por jornalista norte-americano não comprova fraude nas eleições de 2022

ircula nas redes um vídeo com a fala do jornalista Glenn Greenwald sobre uma suposta decisão do STF solicitando o banimento de perfis em redes sociais. Segundo a publicação, o texto comprova fraude nas eleições de 2022. É falso. O suposto documento apresentado se refere a uma decisão de janeiro de 2023 e não teria como interferir nas eleições. 


Gabriela Soares
24.04.2024 - 10h52
História
É falso que Tiradentes fugiu para a França e não foi enforcado

Circula nas redes sociais um post publicado pelo deputado federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança que afirma que Tiradentes não foi enforcado, mas fugiu para a França e retornou ao Brasil anos depois com o apoio de D. João VI.  É Falso. Documentos públicos do processo judicial da Conjuração Mineira confirmam que Tiradentes foi enforcado

Ítalo Rômany
23.04.2024 - 18h27
Política
Elon Musk não vai depor na Câmara dos Deputados no Brasil, mas nos EUA

Circula nas redes vídeo que afirma que o empresário Elon Musk, dono do X, iria depor na Câmara dos Deputados em Brasília. É falso. Musk disse em seu perfil na plataforma que foi convidado para depor na Câmara dos Estados Unidos, não no Brasil. A casa legislativa brasileira negou que exista pedido de audiência pública para ouvir o empresário.

Evelyn Fagundes
23.04.2024 - 14h55
Política
É falso que Alexandre de Moraes saiu correndo e gritando no Congresso

Post traz um vídeo com um homem careca de terno correndo pelos corredores do Congresso Nacional. A legenda da publicação afirma que se trata do ministro do STF Alexandre de Moraes, e que a cena foi registrada em 16 de abril. É falso. As imagens mostram um assessor parlamentar correndo durante uma confusão no Congresso, em 18 de outubro de 2023.

Maiquel Rosauro
22.04.2024 - 18h50
Política
Vídeos não são de ato recente de Bolsonaro em Copacabana; imagens são de 2022

Circula na internet vídeos da Praia de Copacabana lotada, sugerindo serem do ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro que aconteceu no último domingo (21). É falso. Os vídeos são de manifestação do dia 7 de setembro de 2022.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital