UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Arnaldo Jabor não escreveu texto com elogio à ‘falta de etiqueta’ de Bolsonaro
27.03.2020 - 19h03
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelas redes sociais um texto atribuído ao cineasta e jornalista Arnaldo Jabor, com elogios ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O “artigo” diz que Bolsonaro tem um jeito deselegante que incomoda “artistas, jornalistas, feministas mal amadas e complexadas, homens frágeis, covardes, oportunistas”, entre outros. Aqueles que se ofendem e que querem responsabilizá-lo por problemas como a “histeria mundial perante o coronavírus” são as pessoas que fazem com que o autor do texto goste do presidente. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
“Publicação de Arnaldo Jabor:
REPASSEM
Bolsonaro é um tipo de cara sem etiqueta, daqueles que encontramos coçando o saco no barzinho jogando bilhar. Apesar de ter mais estudo do que qualquer professor de humanas da geração Paulo Freire e mais inteligência emocional do que qualquer outro político brasileiro, não há polidez em suas palavras e tão pouco elegância em seu comportamento. Isso é o que mais incomoda artistas, jornalistas, feministas mal amadas e complexadas, homens frágeis, covardes oportunistas, religiosos falidos na luta contra a própria imoralidade, maconheiros, pedófilos, estupradores e toda patrulha do politicamente correto que suportou calada um circo de corrupção durante duas décadas, mas que agora é ferida com as palavras do presidente “não pudico”. Bolsonaro é o milico com piadinhas sem graça, é o tiozão que pergunta se já temos pentelho, é um elefante em uma loja de cristais, mas o que me faz a cada dia gostar mais desse cara, é o tipo de gente que não gosta dele, que se ofende com tudo que o cara faz, que do óleo venezuelano em nossas praias à histeria mundial perante o coronavírus, buscam um meio de responsabilizá-lo. Bolsonaro realmente é o cara que você passa gostar, quando vê o lixo de gente que não gosta dele.”
Texto de post no Facebook que, até as 17h de 27 de março de 2020, tinha mais de 3,7 mil compartilhamentos
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. A secretária de Arnaldo Jabor afirmou, por meio de mensagem no WhatsApp, que conversou com o cineasta e ele confirmou que não é o autor do texto que circula pelas redes sociais. “Ele não escreve mais para nenhum jornal”, disse. A última coluna de Jabor no jornal O Estado de S. Paulo foi publicada em 11 de abril de 2017. Ele ainda continua a fazer comentários exibidos no Jornal da Globo, sempre críticos a Bolsonaro e ao seu governo.
Em setembro de 2018, Jabor gravou um vídeo em seu canal no YouTube para desmentir a informação de que votaria em Bolsonaro para presidente. “Está circulando na internet um boato sórdido de que eu teria dito que votaria no Bolsonaro e no seu vice Mourão. Isso é uma mentira. Eu jamais faria isso. Eu jamais votaria nesses dois nazistas que podem transformar o Brasil numa desgraça definitiva”, disse. Ele chama os dois de “ignorantes e despreparados” e pede para que ninguém vote neles.
O texto sobre Bolsonaro tem autoria desconhecida e circula pelo menos desde o dia 24 de março. Nessa data, foi publicado em um post no Facebook com autoria atribuída a “Hammer Schmidt”. Depois disso, passou a ser replicado pela rede. Em 25 de março, o texto saiu em uma coluna do site O Jiló.
Uma versão semelhante dessa checagem foi feita por Boatos.org e E-farsas.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


01.03.2024 - 14h25
Mudanças Climáticas
É falso que o Sol é o principal fator responsável pelo aquecimento global

Post afirma que o aquecimento global está relacionado principalmente com as variações do Sol, e não seria causado prioritariamente pela atividade humana. É falso. Esse entendimento é contrário ao conhecimento científico sobre a origem humana das mudanças climáticas dos últimos anos, conforme atestam os informes do IPCC, da ONU.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 13h29
Segurança
É falso que Fernandinho Beira-Mar fugiu de presídio de segurança máxima em Mossoró

Post que circula pelas redes sociais afirma que Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, teria fugido junto com outros detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. É falso. Beira-Mar segue sob a custódia do Sistema Penitenciário Federal.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 12h55
Saúde
É falso que Lula ‘liberou’ o aborto em qualquer tempo gestacional no Brasil

Circula pelas redes sociais que o governo Lula teria liberado o aborto no Brasil em qualquer idade gestacional. É falso. O governo não  legalizou o aborto. Uma nota técnica do Ministério da Saúde de 28 de fevereiro revogou uma orientação de 2022, do governo Bolsonaro, que fixava um prazo para os procedimentos. Essa nota foi suspensa em 29 de fevereiro.

Carol Macário
01.03.2024 - 12h47
Política
Soldados queimados em vídeo são turcos, não israelenses mortos pelo Hamas

Post mostra um vídeo com soldados sendo queimados vivos. A legenda que acompanha a publicação diz que são israelenses assassinados pelo Hamas. É falso. O vídeo é antigo e circula desde 2016. O Estado Islâmico assumiu a autoria do ato contra soldados turcos

Maiquel Rosauro
01.03.2024 - 12h16
Política
Nota das Forças Armadas é antiga e trata de protestos em quartéis de 2022

 Circula nas redes o vídeo de uma reportagem sobre uma nota das Forças Armadas que menciona “o que vem acontecendo no Brasil”. A publicação dá a entender que o documento se refere a supostos “descaminhos autocráticos” do poder Judiciário. Falta Contexto. A notícia é de 2022 e foi tirada de contexto.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital