UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Voluntária que relatou febre e dores no corpo não tomou vacina chinesa, e sim vacina de Oxford
27.07.2020 - 17h33
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelas redes sociais que uma carioca teria passado mal após tomar a Coronavac – vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Sinovac, que está sendo testada no Brasil em parceria com o Instituto Butantan. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“A cobaia do Dória que tomou a vacina”
Legenda da imagem que, até às 13h do dia 27 de junho de 2020, tinha sido compartilhado mais de 100 pessoas
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. A pessoa que aparece na foto é a carioca Jackeline Desiderrio. Ela foi uma das voluntárias nos testes da vacina ChAdOx-1 nCov-19, que está sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica britânica AstraZeneca. Essa vacina não tem relação com o governador João Doria (PSDB). O Instituto Butantan, vinculado ao governo de São Paulo, está realizando testes de outra imunização, a Coronavac, da chinesa Sinovac.
Em depoimento à revista Marie Claire, Jackeline conta que sentiu febre e cansaço após tomar a vacina da Oxford. É possível que sejam efeitos colaterais da aplicação, o que não é incomum. Uma das razões para a realização de testes é, justamente, avaliar a existência e a severidade desses eventos adversos.
Outras vacinas – como a poliomielite ou o sarampo – podem ocasionar reações pequenas e temporárias no corpo. Em seu site, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirma que as elas são seguras, mas destaca que é possível o vacinado reclamar de dor no braço ou febre.
Além disso, é importante pontuar que os testes da vacina são duplo-cegos. Isso significa que parte dos voluntários recebeu um placebo, ao invés da substância real. Essa etapa é considerada fundamental para a avaliação da eficácia de uma imunização ou de um medicamento. Em outras palavras, é possível que Jackeline não tenha sido, de fato, vacinada.
Vacina da Oxford
Os testes da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford começaram no final do mês de junho. Naquele período, os profissionais de saúde de São Paulo passaram por uma triagem dos testes sorológicos dos voluntários.
Em seu depoimento à Marie Claire Jackeline conta que se inscreveu para participar do estudo e foi chamada no dia 20 de julho para realizar os primeiros exames médicos. Ela tomou a vacina na última quinta-feira (23) e começou a sentir alguns sintomas no início do dia seguinte. Mesmo assim, a carioca contou que estava animada por ter participado.
“Terei que voltar ao Instituto D’Or periodicamente para fazer os exames e ver a resposta do meu corpo em relação à vacina. Mas estou muito feliz por ter participado de um projeto tão importante, que pode exterminar, de vez, esse vírus. Se tudo der certo – e eu acredito nisso! –, logo o mundo todo estará livre desse pesadelo”, disse.
Coronavac
Os testes da Coronavac no Brasil começaram no dia 21 de julho no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Nesta terceira fase, o estudo vai contar com a presença de nove mil profissionais de saúde e a previsão é que os testes sejam concluídos em outubro. Nesta segunda-feira (27), o governador João Doria (PSDB) afirmou que a vacina deve começar a ser distribuída para a população em janeiro de 2021.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


10.07.2024 - 17h34
Política
Vídeo de Lula assumindo que levou 11 contêineres de acervo é anterior a decisão do TCU sobre presentes

Circula nas redes post afirmando que o presidente Lula saiu da Presidência com 11 contêineres de acervo, sem devolver os presentes recebidos. Falta contexto. À época, havia um entendimento de que o acervo deveria ser preservado pelos ex-presidentes. Somente após acórdão do TCU, em setembro de 2016, é que o petista devolveu os presentes.

Ítalo Rômany
10.07.2024 - 17h13
Política
Janja não disse que aumento do preço da gasolina é para os veículos e não para os motoristas. É uma sátira

Post alega que a primeira dama Janja da Silva disse que o aumento no preço da gasolina é para veículos, não para motoristas. A frase remetida à Janja está presente em uma captura de tela que possui o layout do g1. É falso. Janja não disse a frase. A arte presente no post é uma sátira inspirada em um antigo comentário de Janja sobre importações.

Maiquel Rosauro
10.07.2024 - 14h43
Fraude
É golpe ferramenta ‘Recupera Fácil’ que promete devolver valores perdidos em fraudes online

Circula na internet anúncios de uma suposta ferramenta chamada “Recupera Fácil”, que promete rastrear e devolver aos usuários os valores perdidos em golpes digitais. As publicações usam a logo do Reclame AQUI, dando a entender que a tal ferramenta foi criada pela plataforma. É falso. Trata-se de um golpe. O Reclame AQUI alertou para a fraude.

Gabriela Soares
10.07.2024 - 10h17
Trânsito
Envio de multas de trânsito via Correios não vai acabar; acesso por app é opcional

Circula nas redes vídeo afirmando que motoristas não receberão mais via Correios as multas de trânsito. E que é preciso instalar o aplicativo da CNH Digital para ter acesso às autuações. Falta contexto. A adesão ao Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) é opcional. Aqueles que não optarem pelo SNE continuarão a receber multas via Correios.

Ítalo Rômany
09.07.2024 - 17h40
Política
Diretor do Detran-MS não é petista e não teve CNH cassada por 2 anos

Circula nas redes uma postagem  afirmando que o 'petista' João César Mattogrosso teve sua CNH cassada por 2 anos antes de se tornar diretor do Detran-MS. É falso. Mattogrosso foi penalizado por excesso de velocidade, com suspensão de dois meses, e o recurso ainda está em análise. Além disso, ele não é filiado ao PT, mas sim ao PSDB.

Ítalo Rômany
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital