UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que homem no Reino Unido recebeu vacina contra Covid-19 através da camisa
17.12.2020 - 08h40
Rio de Janeiro - RJ
Circula nas redes sociais uma foto que mostra um senhor de idade supostamente recebendo uma injeção sem levantar as mangas da camisa. Na legenda, é dito que isso “prova” que a vacinação contra Covid-19 no Reino Unido é uma “farsa”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“A vacina está tão boa que pode tomar por cima da roupa. Contrataram atores pra enganar o povo”
Texto em imagem publicada no Facebook que, até às 18h41 do dia 16 de dezembro de 2020, tinha sido compartilhada por cerca de 800 pessoas.
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. A foto em questão não mostra idoso sendo vacinado, e sim um momento anterior à vacina, no qual a enfermeira conversava com o paciente, um homem de 82 anos chamado Anthony Moore. Existem outras imagens feitas no mesmo dia que mostram o mesmo paciente sendo vacinado — obviamente, com a manga da camisa levantada.
A Lupa contatou a conta oficial dos Hospitais-Escola de Sheffield, local onde a foto foi tirada, que explicou que a cena mostrada na foto é anterior à aplicação da vacina. “Esse senhor foi vacinado e essa foto foi publicada por equívoco. Ela foi tirada durante uma conversa com o paciente que antecede a injeção de fato, na qual é explicado como e onde a vacina será aplicada”, diz a mensagem.
A emissora de televisão britânica ITV transmitiu o procedimento e mostrou o momento em que o idoso recebeu a dose do imunizante. Como é possível verificar na imagem, as mangas de sua blusa foram suspensas, como em toda aplicação de vacina. A emissora também registrou outros pacientes sendo imunizados.
O Reino Unido iniciou a vacinação contra o novo coronavírus no dia 8 de dezembro de 2020. Em publicação oficial, o United Kingdom National Health Service (NHS), correspondente ao SUS brasileiro, informou que o imunizante utilizado, produzido pela Pfizer, atendeu a todas as exigências regulatórias e que ele é aplicado na parte superior dos braços. Por enquanto, estão sendo vacinados apenas os grupos de risco, como pessoas com mais de 80 anos, moradores e profissionais de lar de idosos e profissionais da saúde.
Não é a primeira vez que produtores de desinformação tiram de contexto fotos e vídeos de aplicação de vacinas para divulgar teorias da conspiração sobre imunizantes contra a Covid-19. Em julho, um vídeo viral supostamente mostrava a “primeira-ministra da Austrália” (o primeiro-ministro da Austrália é um homem, Scott Morrison) supostamente simulando ter recebido uma vacina contra a doença. Posteriormente, notícia falsa similar circulou sobre os testes da CoronaVac no Brasil. A Lupa verificou esses dois conteúdos.
A agência de notícias Reuters verificou conteúdo semelhante. Aqui no Brasil, a plataforma Aos Fatos também verificou conteúdo similar.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


18.05.2024 - 16h51
Rio Grande do Sul
É falso que barragem da Usina 14 de Julho causou enchente no RS; vídeo é antigo

Vídeo que circula nas redes sociais afirma que a abertura de comportas das barragens do Rio das Antas e do Rio Carreiro teria resultado nas enchentes do Rio Grande do Sul. É falso. Trata-se de um vídeo antigo que não tem relação com as recentes enchentes. Além disso, as barragens citadas não têm capacidade de impactar nas cheias.


Evelyn Fagundes
18.05.2024 - 12h46
Rio Grande do Sul
Vídeo de resgate de criança por civis em enxurrada foi gravado na Turquia, não no RS

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra o resgate de duas pessoas em uma enchente. A legenda afirma se tratar do salvamento de duas crianças que ocorreu recentemente no Rio Grande do Sul. É falso. A gravação mostra o resgate de uma mulher e de uma criança em março de 2023 na Turquia.

Catiane Pereira
18.05.2024 - 09h46
Rio Grande do Sul
É falso que 2 mil corpos foram congelados em frigorífico de Canoas (RS)

Vídeo nas redes sociais alega que estão congelando corpos em câmaras frigoríficas no bairro Mathias Velho, em Canoas (RS). É falso. O Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul e a Prefeitura de Canoas desmentiram o boato. Além disso, o boletim da Defesa Civil, divulgado às 9h de sábado (18), aponta 22 óbitos em Canoas.

Catiane Pereira
17.05.2024 - 17h30
Rio Grande do Sul
É falso que foram destruídas doações para o RS mostradas em vídeo viral

Circula nas redes sociais um vídeo alegando que doações enviadas para o Rio Grande do Sul foram destruídas. É falso. Trata-se de um registro de 2023, em que donativos estavam sendo movidos por uma retroescavadeira para organizar o local. O conteúdo desinformativo ainda conta com outras narrativas falsas.


Evelyn Fagundes
16.05.2024 - 17h15
Rio Grande do Sul
É falso que lista com 53 nomes seja de crianças desacompanhadas em abrigo na Ulbra, em Canoas

Circula pelas redes sociais uma lista com supostos nomes de crianças sem seus responsáveis que estariam abrigadas no Campus da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), em Canoas (RS). É falso. Na verdade a lista traz os nomes de pessoas desabrigadas e que foram acolhidas em outro local, não de crianças desacompanhadas.

Catiane Pereira
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital