UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Aparelho improvisado com inalador e garrafa pet não substitui oxigênio hospitalar
18.03.2021 - 14h14
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelo WhatsApp um vídeo que mostra um aparelho de inalação ligado a uma garrafa pet com água que supostamente conseguiria produzir oxigênio hospitalar. O responsável pela gravação afirma que teve Covid-19 e conseguiu superar os sintomas da doença inalando o “oxigênio” produzido pelo equipamento. A legenda que acompanha o vídeo afirma que esse tipo de dispositivo poderia substituir o oxigênio medicinal fornecido pelos hospitais. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:
“Ideia fantástica [aparelho com inalador e garrafa pet com água capaz de criar oxigênio concentrado]. Muitos prcisam urgente respirar. Vamos juntos espalhar esta notícia”
Legenda que acompanha vídeo que circula pelo WhatsApp
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. O aparelho sinalizado no vídeo não produz oxigênio com concentrações mais altas do que o captado durante a respiração usual. Segundo o físico Fernando Lang da Silveira, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o equipamento usa o ar atmosférico e o umidifica, porém não altera sua concentração. “Portanto este dispositivo não pode ser usado como alternativa quando é necessária uma concentração mais alta de oxigênio no ar como no caso de pacientes graves de covid-19”, afirma Silveira.
O infectologista André Ricardo Araujo da Silva, da Universidade Federal Fluminense (UFF), também afirmou, por telefone, que o aparelho não tem utilidade para pessoas que precisam de oxigênio suplementar. “O oxigênio que é oferecido medicinal [nos hospitais] tem uma concentração maior que 21%, que é o que a gente inala. Então, na realidade, essa situação aí [aparelho sinalizado no vídeo] está dando a mesma coisa que a gente respira em ar ambiente”, explica.
O oxigênio medicinal é um insumo essencial durante a pandemia. Pacientes com Covid-19 podem apresentar comprometimento nos pulmões, causando queda nos níveis de oxigênio necessários para o funcionamento do corpo. O oxigênio suplementar auxilia o organismo a manter os níveis adequados para funções vitais do corpo. Ele pode ser fornecido de duas maneiras: oxigênio gasoso (comprimido em cilindros) e oxigênio líquido (armazenado em tanques e posteriormente vaporizado e conduzido na forma gasosa para o paciente).
O vídeo compartilhado no WhatsApp mostra um compressor de ar do aparelho Inalar-Omron ligado a uma garrafa pet com água. Fernando Silveira afirma que o ar úmido produzido por inaladores pode auxiliar na respiração, mas apenas em casos de resfriados e gripes. “Infelizmente não há como caseiramente, de forma simples, se produzir oxigênio seguro, com o grau de pureza necessária, para ser usado como alternativa na falta do oxigênio medicinal”, diz o físico da UFRGS.
Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


01.03.2024 - 14h25
Mudanças Climáticas
É falso que o Sol é o principal fator responsável pelo aquecimento global

Post afirma que o aquecimento global está relacionado principalmente com as variações do Sol, e não seria causado prioritariamente pela atividade humana. É falso. Esse entendimento é contrário ao conhecimento científico sobre a origem humana das mudanças climáticas dos últimos anos, conforme atestam os informes do IPCC, da ONU.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 13h29
Segurança
É falso que Fernandinho Beira-Mar fugiu de presídio de segurança máxima em Mossoró

Post que circula pelas redes sociais afirma que Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, teria fugido junto com outros detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. É falso. Beira-Mar segue sob a custódia do Sistema Penitenciário Federal.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 12h55
Saúde
É falso que Lula ‘liberou’ o aborto em qualquer tempo gestacional no Brasil

Circula pelas redes sociais que o governo Lula teria liberado o aborto no Brasil em qualquer idade gestacional. É falso. O governo não  legalizou o aborto. Uma nota técnica do Ministério da Saúde de 28 de fevereiro revogou uma orientação de 2022, do governo Bolsonaro, que fixava um prazo para os procedimentos. Essa nota foi suspensa em 29 de fevereiro.

Carol Macário
01.03.2024 - 12h47
Política
Soldados queimados em vídeo são turcos, não israelenses mortos pelo Hamas

Post mostra um vídeo com soldados sendo queimados vivos. A legenda que acompanha a publicação diz que são israelenses assassinados pelo Hamas. É falso. O vídeo é antigo e circula desde 2016. O Estado Islâmico assumiu a autoria do ato contra soldados turcos

Maiquel Rosauro
01.03.2024 - 12h16
Política
Nota das Forças Armadas é antiga e trata de protestos em quartéis de 2022

 Circula nas redes o vídeo de uma reportagem sobre uma nota das Forças Armadas que menciona “o que vem acontecendo no Brasil”. A publicação dá a entender que o documento se refere a supostos “descaminhos autocráticos” do poder Judiciário. Falta Contexto. A notícia é de 2022 e foi tirada de contexto.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital