UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Aumento de casos de hepatite não tem ligação com nova cepa do coronavírus
12.04.2021 - 14h04
Rio de Janeiro - RJ
Circula nas redes sociais uma entrevista em que um médico afirma que as novas variantes do coronavírus estariam provocando hepatite em pacientes. Em sua fala, ele nega que o sintoma seja efeito adverso ao uso de medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento da Covid-19. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“Então são esses os três principais sintomas da nova cepa: garganta arranhando, espirrando e dor de cabeça”
Trecho de vídeo que circula no WhatsApp
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. De acordo com publicação do Centers for Disease Control and Prevention (CDC), órgão que corresponde à Anvisa nos EUA, ainda não é possível afirmar “o que acontece com as pessoas infectadas pelas novas variantes”. Também não há no repositório de pesquisas sobre a Covid-19 da Organização Mundial de Saúde (OMS), estudo que evidencie alguma alteração no quadro de sintomas das pessoas infectadas pelas novas cepas.
Em entrevista à Lupa, Carolina Voloch, professora do Departamento de Genética da UFRJ, disse que não é possível apontar formas de manifestação da doença que sejam mais comuns do que outras. “Não há nenhuma evidência de mudança de sintomas. Desde o início da pandemia existe uma variação enorme na sintomatologia apresentada pelos infectados: de pessoas assintomáticas até aquelas com sintomas muito severos”, diz.
Gustavo Cabral, pesquisador do Departamento de Imunologia da USP, vai na mesma direção. “Ele [o médico do vídeo] não disse nada com nada”, critica Cabral. Segundo o pesquisador, não houve mudança significativa nos sintomas das novas cepas em relação às antigas. “A característica da nova cepa é, basicamente, a capacidade de proliferação, que é muito maior”, diz. “Elas têm uma característica que deixa os receptores mais expostos, então eles se conectam com as nossas células de uma forma muito mais eficiente”.

“O fígado, que é a usina de depuração das medicações, começa a cair a sua função, gera uma hepatite que, aparentemente é medicamentosa, por isso os médicos estão confundindo. (…) Estão chegando com hepatite por causa da nova cepa, aí eles estão dizendo que é a ivermectina”
Trecho de vídeo que circula no WhatsApp
Falso
A Covid-19, independentemente da cepa, pode afetar o fígado. Contudo, isso não significa que os médicos estejam “confundindo” hepatite medicamentosa com os efeitos da própria doença. Por telefone, Raquel Stucchi, infectologista da Unicamp e consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), explica que a biópsia realizada nos pacientes é capaz de evidenciar quando os sintomas são causados pela doença ou pelos remédios.
“A Covid-19 é uma doença que afeta todos os órgãos, ela pode dar problema cardíaco, pode acometer o rim,  o pulmão  — que a gente já sabe que é mais frequente  —,  o sistema nervoso central e também o fígado”, diz. “O que nós temos visto muito [em relação às crises hepáticas] é a biópsia mostrando inflamação pela medicação que não tem ação contra a Covid-19”, explica a médica.
A infectologista explica que o uso da ivermectina pode sim provocar hepatite medicamentosa e ressalta que ela “não tem nenhum papel nem na prevenção, nem no tratamento da Covid-19”. “Infelizmente, todos os trabalhos científicos randomizados  — que podem definir se uma medicação faz efeito ou não — mostram que [a ivermectina] não tem nenhum efeito. Nenhuma medicação consegue atuar na prevenção ou no tratamento das formas leves”, afirma.
O uso de ivermectina não está entre as recomendações da OMS para a prevenção à Covid-19, tampouco para o seu tratamento. A OMS informou, em nota divulgada no último dia 21, que os estudos sobre a administração do medicamento são inconclusivos. É orientado que o remédio somente seja usado em ensaios clínicos e é dito que o seu uso como prevenção “está fora do escopo das diretrizes atuais”.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


14.06.2024 - 18h04
Educação
Lula criticou acesso difícil ao dizer que ‘universidade foi feita para ricos, não para pobres’

Vídeo mostra trecho de discurso do presidente Lula afirmando que as universidades foram feitas para ricos, não para pobres. O post tem sido compartilhado como se o político criticasse as cotas para pessoas de baixa renda e quilombolas. Falta contexto. No pronunciamento, o presidente disse que as oportunidades de acesso ao ensino superior não são iguais para todos.

Evelyn Fagundes
14.06.2024 - 17h38
Política
Vereador do PT foi preso por posse irregular de arma, não por desviar doações no RS

Circula nas redes um post dizendo que um vereador de Palmares do Sul (RS), filiado ao PT, foi preso por desviar doações destinadas ao Rio Grande do Sul. É falso. O vereador Filipe Lang (PT), um dos alvos de uma operação da Polícia Civil, foi detido em flagrante, mas por posse irregular de arma de fogo. O parlamentar foi liberado após pagar fiança.

Ítalo Rômany
14.06.2024 - 11h04
Política
É falso que relatório de CPI provou que Lula premeditou atos de 8 de janeiro

Circula nas redes post afirmando que o presidente Lula tinha conhecimento dos atos golpistas de 8 de janeiro — e que, portanto, o petista premeditou o crime. A prova seria o relatório final da CPI dos Atos Antidemocráticos do DF. É falso. Em nenhum momento o texto associa o nome do petista aos ataques ou o coloca entre os indiciados pelo crime.

Ítalo Rômany
13.06.2024 - 19h52
Política
Lula não disse que “a borracha vai cantar” sobre professores em greve

Circula nas redes um vídeo que mostra uma imagem do presidente Lula fazendo um discurso. O post contém a seguinte frase: “Lula manda recado: professores acabem com essa greve, senão a borracha vai cantar”. É falso. A foto se refere a um pronunciamento feito no dia 10 deste mês, mas a fala presente na legenda do conteúdo não foi feita pelo político.


Evelyn Fagundes
13.06.2024 - 17h18
Segurança pública
É falso que lei federal exige guarnições para atender a população LGBT+

Vídeo mostra foto de uma viatura da polícia militar na cor lilás. Segundo o áudio do vídeo, uma lei federal determinou que esse tipo de veículo deveria ser adotado pelas polícias e forças armadas para o atendimento à população LGBT+. É falso. A imagem foi feita no Piauí e se refere aos veículos utilizados na patrulha de combate à violência contra a mulher.

Evelyn Fagundes
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital