UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que Paraná Pesquisas mostra ‘vitória de Bolsonaro em todos os estados’
22.04.2021 - 19h24
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelas redes sociais uma suposta pesquisa que mostra a vitória do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em todos os estados na eleição de 2022. Segundo a publicação, o levantamento foi feito pelo Paraná Pesquisas e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O texto indica porcentuais de liderança de Bolsonaro que iriam de 54,55%, no Mato Grosso do Sul, até 82,41%, em Santa Catarina. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
“Pesquisa realizada hoje!Paraná pesquisas registrado no TSE:BOLSONARO VENCE hoje em todos os ESTADOS, porque o povo quer que ele continue!
Acre: Bolsonaro 74,18 %
Alagoas:Bolsonaro 58,36%
Amapá: Bolsonaro 72,29%
(…)
Santa Catarina: Bolsonaro 82,41%
São Paulo: Bolsonaro 71,47%
Sergipe: Bolsonaro 61,13%
Tocantins: Bolsonaro 61,23%”
Trecho de texto publicado no Facebook que, até as 18h30 de 22 de abril de 2021, tinha 230 compartilhamentos
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. Em nota enviada por e-mail, o Paraná Pesquisas afirmou que não fez o levantamento que mostra a liderança de Bolsonaro em todos os estados. “Nós não realizamos essa pesquisa, é falsa”, diz o texto. Uma busca no Google mostra que não há nenhum outro instituto que tenha feito uma sondagem com os resultados que aparecem no post que circula pelas redes sociais. Embora diga que a pesquisa foi feita “hoje”, a mensagem circula pelo Facebook pelo menos desde maio de 2020. Além disso, não há nenhum levantamento registrado no TSE relativo às eleições de 2022, porque isso só se torna uma exigência durante a campanha.
O texto é uma versão adaptada de outro levantamento falso, desmentido pela Lupa em 2018. Foi trocada a frase “O Bolsonaro vence em todos estados, isto significa que: o povo agora quer uma renovação total no Brasil” por “BOLSONARO VENCE hoje em todos os ESTADOS, porque o povo quer que ele continue!”. Também foram alterados os porcentuais que mostrariam a liderança do político na disputa. Houve substituição nos porcentuais do Acre (64,18% por 74,18%), Alagoas (48,36% por 58,36%), Amazonas (56,18% por 66,18%), Ceará (57,46% por 67,46%), Maranhão (68,90% para 61,90%), Pará (49,67% para 59,67%), Paraná (47,88% para 67,88%), Roraima (50,43% para 60,43%) e Tocantins (51,23% para 61,23%). Na versão antiga, Sergipe não era citado e hoje aparece com 61,13%. Os outros 16 estados e o Distrito Federal têm exatamente os mesmos porcentuais nos dois textos.
Essa não é a única pesquisa falsa que circula nas redes sociais atualmente. Nesta segunda-feira (19), a Lupa verificou um conteúdo de 2018 que voltou a circular nas redes sociais sobre uma suposta pesquisa que mostraria Bolsonaro vencendo no primeiro turno.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


21.02.2024 - 16h42
Saúde
Repelente caseiro com cravo-da-índia, álcool e óleo corporal não tem eficácia contra dengue

Circula nas redes vídeo de um bombeiro ensinando uma receita de repelente caseiro com cravo-da-índia, álcool e óleo corporal para repelir o mosquito da dengue. Não há comprovação científica. Repelentes precisam ter o aval da Anvisa e seguir as orientações descritas na rotulagem do produto. Especialistas negam eficácia de repelentes caseiros

Ítalo Rômany
21.02.2024 - 14h50
Política
Vídeo em que deputado português chama Lula de ‘bandido’ é de 2023

Circula pelas redes um vídeo no qual o deputado português André Ventura chama o presidente Lula de "bandido". A legenda afirma que o discurso ocorreu “ontem”. É falso. A fala não é recente. O político de fato atacou o presidente brasileiro, mas a declaração foi dada em janeiro de 2023.

Catiane Pereira
21.02.2024 - 14h10
Eleições
É falso que urnas foram programadas para conceder vitória a Lula nas eleições de 2022

Vídeo afirma que urnas eletrônicas utilizadas no pleito eleitoral de 2022 continham um “algoritmo” que concederia uma margem de vitória ao então candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT). É falso. As urnas eletrônicas registram automaticamente todos os votos, e seu sistema não altera, adiciona e ou subtrai os votos dos eleitores.

Catiane Pereira
20.02.2024 - 16h47
Política
Paulo Pimenta não admitiu fraude ao dizer que Lula venceu eleição com 39% dos votos

Circula na internet um vídeo no qual o ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta, afirma que o presidente Lula ganhou as eleições de 2022 com 39% dos votos. Falta contexto. Pimenta considerou o universo total de eleitores, cálculo diferente do adotado pelo TSE, que exclui brancos, nulos e ausentes.

Gabriela Soares
20.02.2024 - 16h20
Política
Torcidas organizadas de SP não vão realizar ato em confronto com evento de Bolsonaro

Circula nas redes sociais post que afirma que torcidas organizadas de São Paulo estão organizando um ato pela democracia no mesmo dia em que o ex-presidente Jair Bolsonaro realizará manifestação na avenida Paulista. É falso. Torcidas negaram qualquer convocação para confronto com bolsonaristas

Ítalo Rômany
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital