UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Vídeo em que Lula critica Bolsonaro foi manipulado para parecer que petista estava bêbado
02.08.2021 - 17h10
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelo WhatsApp um vídeo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece falando devagar e fazendo críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Uma legenda que acompanha a gravação afirma que o petista está “completamente alcoolizado”, lamentando que um ex-presidente se exponha publicamente “nesse estado vexatório”. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:
“Triste fim para um senhor idoso [Luiz Inácio Lula da Silva] de 75 anos, ainda mais vergonhoso para um ex-presidente se expondo nesse estado vexatório publicamente. Pelo menos a família poderia ajudar… Completamente alcoolizado! 🥃”
Legenda de vídeo que circula em grupos de WhatsApp
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. O vídeo que circula pelo WhatsApp foi editado para que o ex-presidente falasse devagar e, assim, parecesse bêbado quando fez a gravação. Na versão original, publicada nas redes sociais de Lula em 21 de julho, o político fala em ritmo normal.
O ex-presidente publicou o vídeo em suas redes sociais para rebater Bolsonaro que, no dia anterior, havia criticado as urnas eletrônicas brasileiras. O atual chefe do Executivo disse que apresentaria provas de fraude nas eleições presidenciais de 2014 — uma semana depois, porém, admitiu não ter prova alguma. “Bolsonaro fala ‘a lei do voto impresso’, ‘se não for impresso, eu fui roubado’, e também ‘se eu perder não vou entregar a faixa’. […] Pode deixar que o povo que eleger vai empossar o presidente eleito em 2022. E não será você”, declarou o petista.
A versão do vídeo que circula no WhatsApp teve sua velocidade reduzida para fazer com que o ex-presidente falasse de forma mais lenta e, com isso, parecesse “completamente alcoolizado”. Nas redes sociais, são recorrentes as ofensas dirigidas a Lula como “bêbado” ou “cachaceiro”. Em março, a Lupa checou um caso semelhante de um vídeo que também teve sua velocidade reduzida para criticar o petista.
Nesta segunda-feira (2), o próprio presidente Bolsonaro chamou Lula de “bêbado” e “cachaceiro”. “Problemas a gente tem. Agora quer trocar o motorista e botar um bêbado, incompetente e corrupto para dirigir o Brasil?”, perguntou a apoiadores no Palácio da Alvorada, em Brasília.
Essa fama de ser alguém que gosta de beber vem, ao menos, desde 2004, quando Lula ainda estava em seu primeiro mandato. À época, o jornalista Larry Rohter, correspondente no Brasil do jornal The New York Times, publicou uma reportagem afirmando que o hábito de beber do então presidente havia se tornado uma “preocupação nacional”. O petista logo se defendeu e disse que não era alcóolatra. O governo chegou a pedir o cancelamento do visto de Rohter, mas voltou atrás após receber uma carta do jornalista com um pedido de reconsideração.
Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco pelo número +55 21 99193-3751.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


21.02.2024 - 20h28
Segurança pública
Fuga de 17 presos no Piauí foi em penitenciária estadual, não federal

Vídeo aborda as fugas de presos no Piauí e em Rondônia. Segundo o post, esses acontecimentos teriam relação com o ministro Ricardo Lewandowski, uma vez que, ainda neste mês, dois detentos fugiram da Penitenciária de Mossoró. É falso. Ao contrário da unidade de Mossoró, que é federal, as prisões do Piauí e de Rondônia são de administração estadual.

Evelyn Fagundes
21.02.2024 - 16h42
Saúde
Repelente caseiro com cravo-da-índia, álcool e óleo corporal não tem eficácia contra dengue

Circula nas redes vídeo de um bombeiro ensinando uma receita de repelente caseiro com cravo-da-índia, álcool e óleo corporal para repelir o mosquito da dengue. Não há comprovação científica. Repelentes precisam ter o aval da Anvisa e seguir as orientações descritas na rotulagem do produto. Especialistas negam eficácia de repelentes caseiros

Ítalo Rômany
21.02.2024 - 14h50
Política
Vídeo em que deputado português chama Lula de ‘bandido’ é de 2023

Circula pelas redes um vídeo no qual o deputado português André Ventura chama o presidente Lula de "bandido". A legenda afirma que o discurso ocorreu “ontem”. É falso. A fala não é recente. O político de fato atacou o presidente brasileiro, mas a declaração foi dada em janeiro de 2023.

Catiane Pereira
21.02.2024 - 14h10
Eleições
É falso que urnas foram programadas para conceder vitória a Lula nas eleições de 2022

Vídeo afirma que urnas eletrônicas utilizadas no pleito eleitoral de 2022 continham um “algoritmo” que concederia uma margem de vitória ao então candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT). É falso. As urnas eletrônicas registram automaticamente todos os votos, e seu sistema não altera, adiciona e ou subtrai os votos dos eleitores.

Catiane Pereira
20.02.2024 - 16h47
Política
Paulo Pimenta não admitiu fraude ao dizer que Lula venceu eleição com 39% dos votos

Circula na internet um vídeo no qual o ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta, afirma que o presidente Lula ganhou as eleições de 2022 com 39% dos votos. Falta contexto. Pimenta considerou o universo total de eleitores, cálculo diferente do adotado pelo TSE, que exclui brancos, nulos e ausentes.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital