UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que Lula comemorou ascensão do Talibã por representar ‘derrota dos EUA’
20.08.2021 - 18h45
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelas redes sociais uma imagem com uma declaração atribuída ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre o Talibã. O petista teria afirmado estar feliz com a ascensão do grupo extremista ao poder no Afeganistão, porque isso representaria “uma derrota dos EUA”. Ao fazer o suposto comentário, o político teria lamentado, no entanto, que as mulheres estejam sofrendo naquele país. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:
“‘Lamento que as mulheres estejam sofrendo com o Talibã, mas eu tou feliz porque o Talibã representa uma derrota dos EUA’. Lula em 17/08/2021”
Frase atribuída ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em imagem publicada no Facebook que, até 18h do dia 20 de agosto de 2021, tinha 351 compartilhamentos
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. Não há nenhum registro de que o ex-presidente Lula tenha feito essa declaração em aparições públicas ou entrevistas recentes. O Instituto Lula também negou a veracidade da frase que circula pelas redes sociais.
Na terça-feira (17), data atribuída à declaração de Lula, o petista visitou Teresina, capital do Piauí, e participou de dois eventos públicos. Na parte da manhã, esteve, ao lado do governador Wellington Dias (PT), na inauguração da reforma de um colégio estadual de ensino em tempo integral. À noite, promoveu uma transmissão ao lado de correligionários, chamada de “Lula Live”.
Nem nos eventos, tampouco na coletiva de imprensa realizada depois da inauguração da escola, o ex-presidente tocou em assuntos internacionais. O petista criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, em tom de pré-candidato à Presidência, defendeu propostas para recuperar o país.
A Lupa também analisou outros discursos de Lula ao longo da visita que está fazendo a seis estados do Nordeste, mas ele também não fez a declaração nessas ocasiões.
Por meio de sua assessoria de imprensa, o Instituto Lula declarou que o ex-presidente jamais disse a frase sobre o Talibã, e atribuiu essa invenção a apoiadores de Bolsonaro que “vêm promovendo fake news de forma sistemática”.
Na segunda-feira (16), o desespero de afegãos que se agarraram à parte externa de um avião militar para fugir do país repercutiu no noticiário internacional. Os Estados Unidos, que ocupam o Afeganistão há quase duas décadas, vêm retirando gradualmente suas tropas do país, abrindo espaço para o Talibã. A volta ao poder desse grupo extremista gerou preocupação especial entre as afegãs, já que faz uma interpretação radical da lei islâmica, que restringe seus direitos.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


10.04.2024 - 17h03
Política
É falso que evento de Lula no Parque Dona Lindu, em Recife, não teve público

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra a parte externa do Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, em Recife (PE). O post alega que um evento realizado no local com a presença do presidente Lula (PT) não teve público, uma vez que o parque estava vazio. É falso. A cerimônia foi realizada na parte interna do teatro, não na parte externa.

Evelyn Fagundes
10.04.2024 - 16h01
Política
Não é filho de Lula homem que agride mulher em vídeo viral

Circula pelas redes sociais um vídeo em que um homem agride uma mulher com tapas, socos, empurrões e pontapés. A legenda sugere que o agressor seria Lulinha, filho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). É falso. O criminoso, que já foi identificado pela polícia, se chama Gabriel da Silva Teixeira, da região de Samambaia, no Distrito Federal.

Carol Macário
10.04.2024 - 15h49
Política
Governo Lula não anunciou suspensão de contratos com a Starlink, de Elon Musk

ircula na internet a afirmação de que o governo federal teria anunciado a suspensão de todos os contratos da Starlink, empresa de acesso à internet via satélite de Elon Musk. É falso. O governo não anunciou a suspensão dos contratos. Em nota, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República desmentiu o boato.


Gabriela Soares
10.04.2024 - 15h37
Economia
É falso que imposto sobre o pão aumentou 12% no dia 1º de abril

Mulher diz, em vídeo, que a partir de 1º de abril será cobrado  12% de imposto no pão; 12% no ovo; 17% em flores naturais; 12% em frutas, verduras e hortaliças; enquanto que produtos da cesta básica terão aumento de 7% a 12%. É falso. Os percentuais são referentes a cortes de benefícios fiscais no Rio Grande do Sul. Porém, a medida foi suspensa.

Maiquel Rosauro
10.04.2024 - 14h50
Política
É falso que governo Lula está instalando orelhões em Palmas para acabar com redes sociais

Circula pelas redes sociais que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) possui um projeto governamental para acabar com as redes sociais e retomar o uso de orelhões pelo Brasil. É falso. O Ministério das Comunicações negou que exista um programa de reativação de telefones públicos no país.

Catiane Pereira
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital