UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que ‘dezenas de milhares’ de corpos estão nas ruas da capital da Ucrânia
24.02.2022 - 12h42
Rio de Janeiro - RJ
Circula pelas redes sociais a informação de que dezenas de milhares de corpos estão nas ruas de Kiev, capital da Ucrânia, desde que começaram os bombardeios da Rússia no país. A publicação também afirma que muitos civis não estão conseguindo “escapar”. O texto foi publicado no perfil Choquei no Twitter, conhecido pelos posts de cobertura de artistas e famosos. Depois de vários dias de tensão entre as duas nações vizinhas, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou na madrugada desta quinta-feira (24) ataques militares na Ucrânia. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
“🚨URGENTE: Dezenas de milhares de corpos mortos estão nas ruas da capital ucraniana. Muitos civis não estão conseguindo escapar”Texto de tuíte publicado no perfil Choquei que até as 11h30 de 24 de fevereiro de 2022, tinha sido retuitado 2.356 vezes e tinha mais de 37 mil curtidas
Falso
A informação analisada pela Lupa é falsa. Ainda não há uma informação oficial sobre o número de mortos em Kiev, capital da Ucrânia, ou sobre o total de mortes em todo o território do país. Desde que os primeiros ataques da Rússia começaram na nação vizinha, na madrugada desta quinta-feira (24), autoridades ucranianas relataram que ao menos 40 soldados ucranianos teriam morrido, além de pelo menos 50 soldados russos — e não “dezenas de milhares”. Esses dados, contudo, ainda não foram confirmados oficialmente.
Diferentemente do sugere o post, até o momento não há relatos de que existem “dezenas de milhares de corpos mortos” na capital Kiev. Nenhum jornal local, como o Kyiv Post e o The Kyiv Independent, entre outros, reportaram cadáveres pelas ruas da cidade. Pelo menos 16 regiões da Ucrânia estão sob ataque, incluindo a capital Kiev.
Também não é possível afirmar que civis não estão conseguindo “escapar”. Fotos publicadas em portais de notícias mostram moradores de Kiev em longas filas de carro para sair da cidade. Não existem, até o momento, informações de que essas pessoas não conseguiram sair ou que foram impedidas de deixar o local. Dias antes do início dos bombardeios, na medida em que a tensão entre os dois países aumentava, ucranianos fugiram para a Rússia pelo leste do país.
Desde que os bombardeios começaram, nesta quinta-feira, o perfil Choquei vem fazendo uma cobertura ao vivo dos eventos no leste europeu. As fontes das informações, contudo, não estão evidentes em todos os posts. Procurado pela Lupa, o “dono” do perfil afirmou, por e-mail, que a informação sobre os corpos pelas ruas de Kiev foi baseada em um jornal norte-americano “que chegou a noticiar isso após a invasão e o primeiro ataque”, mas “minutos depois apagaram a informação divulgada”. Também afirmou que “a equipe que estava trabalhando na madrugada” confirmou que que o tuíte das mortes na capital “foi apagado praticamente na mesma hora”.
Até às 11h56, no entanto, essa publicação estava no ar — a mensagem falsa foi postada inicialmente às 0h33 desta quinta e deletada somente após a troca de e-mails com a reportagem. Prints dessa peça de desinformação têm sido já compartilhados no Facebook como se fossem verdadeiros. Em alguns casos, os posts replicam apenas o texto falso, ou seja, não mostram mais a autoria do Choquei.
Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


23.04.2024 - 18h27
Política
Elon Musk não vai depor na Câmara dos Deputados no Brasil, mas nos EUA

Circula nas redes vídeo que afirma que o empresário Elon Musk, dono do X, iria depor na Câmara dos Deputados em Brasília. É falso. Musk disse em seu perfil na plataforma que foi convidado para depor na Câmara dos Estados Unidos, não no Brasil. A casa legislativa brasileira negou que exista pedido de audiência pública para ouvir o empresário.

Evelyn Fagundes
23.04.2024 - 14h55
Política
É falso que Alexandre de Moraes saiu correndo e gritando no Congresso

Post traz um vídeo com um homem careca de terno correndo pelos corredores do Congresso Nacional. A legenda da publicação afirma que se trata do ministro do STF Alexandre de Moraes, e que a cena foi registrada em 16 de abril. É falso. As imagens mostram um assessor parlamentar correndo durante uma confusão no Congresso, em 18 de outubro de 2023.

Maiquel Rosauro
22.04.2024 - 18h50
Política
Vídeos não são de ato recente de Bolsonaro em Copacabana; imagens são de 2022

Circula na internet vídeos da Praia de Copacabana lotada, sugerindo serem do ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro que aconteceu no último domingo (21). É falso. Os vídeos são de manifestação do dia 7 de setembro de 2022.

Gabriela Soares
19.04.2024 - 17h13
Política
É falso que montagem contra o PT foi projetada em prédio do Elon Musk

Circula na internet um vídeo de uma projeção com o desenho de um burro vestido com a camiseta do PT. Segundo a publicação, a imagem teria sido projetada em um prédio do empresário Elon Musk em Nova York. É falso. Trata-se de uma montagem, criada a partir de um modelo pronto do CapCut.

Gabriela Soares
19.04.2024 - 16h58
Política
É falso que Congresso dos Estados Unidos deu 48 horas para o STF entregar documentos sobre o X

Post nas redes sociais alega que o Congresso dos EUA deu 48 horas para o STF entregar documentos referentes ao X. É falso. O Comitê de Assuntos Judiciários da Câmara de Deputados dos EUA solicitou ao X acesso às decisões do Supremo sobre moderação de conteúdo. A empresa entregou a documentação e informou o STF. 

Maiquel Rosauro
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital