UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Vídeos das manifestações de 7 de setembro de 2021 circulam como se fossem atuais
02.05.2022 - 18h17
Rio de Janeiro - RJ
Circulam no WhatsApp quatro vídeos que mostram manifestações pró-Jair Bolsonaro (PL) e contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), supostamente realizadas no dia 1º de maio, data em que se celebra o Dia do Trabalho. As quatro gravações mostram atos em cidades como Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:
Rio de janeiro 1°de maiô comemorando o dia do trabalhador
– Vídeo compartilhado no WhatsApp
Falso
O vídeo analisado pela Lupa é antigo. Embora tenham sido registradas manifestações no último domingo (1º) na cidade do Rio de Janeiro, o vídeo que circula no WhatsApp foi gravado no ano passado. O registro foi feito originalmente em 7 de setembro de 2021, e não em 1º de maio de 2022. Apenas o letreiro foi adicionado digitalmente para levar usuários a equivocadamente entender que se trata de uma filmagem recente.
Uma busca reversa das imagens em plataformas como o Google mostra que as cenas que aparecem na filmagem correspondem aos mesmos registros das manifestações realizadas no Rio em 7 de setembro do ano passado. O vídeo que circula atualmente foi gravado a partir da sacada de um prédio e foi publicado pela primeira vez em um perfil no Twitter. É possível notar que a voz que se escuta ao fundo, de uma mulher, diz exatamente a mesma frase (“meu pai do céu, gente”). Na ocasião, apoiadores de Bolsonaro se reuniram na orla de Copacabana em um protesto com pauta antidemocrática. Outras imagens feitas nesse dia mostram várias quadras do bairro tomadas por manifestantes. 
Esse vídeo é de hoje [1º de maio]
– Texto que acompanha vídeo no WhatsApp
Falso
O vídeo analisado pela Lupa é antigo. A gravação foi feita no dia 7 de setembro de 2021 em Brasília, quando o presidente Jair Bolsonaro participou de uma manifestação para celebrar o Dia da Independência com seus apoiadores. Na ocasião, a multidão cantou o hino nacional para comemorar a data e demonstrar seu apoio ao presidente. Bolsonaro também esteve em São Paulo naquela data. 
Atualmente, usuários vêm publicando esse vídeo nas redes sociais, indicando que as imagens são dos atos pró-Bolsonaro que aconteceram no último domingo (1º) – o que é falso. 
A verdadeira pesquisa. Podem começar a chorar!!
– Texto em vídeo compartilhado no WhatsApp
Falso
O vídeo analisado pela Lupa é antigo. As imagens foram registradas no dia 7 de setembro de 2021 em Brasília e não têm relação com os atos que aconteceram a favor do presidente Bolsonaro no último domingo  (1º). Em setembro, Bolsonaro esteve em São Paulo e em Brasília para discursar para apoiadores.

Na internet, uma busca reversa mostra imagens desse dia gravadas de outros ângulos. Comparando as imagens, é possível ver uma longa faixa verde e amarela entre o carro de som e o Palácio Itamaraty, no canto esquerdo superior do vídeo, nos primeiros segundos. Também é possível notar que os prédios e propagandas presentes nos vídeos são iguais, além de considerar o espaço específico de Brasília que o carro de som está localizado
Ato pró pro Bolsonaro, no dia primeiro de Maio 2022 [em São Paulo]
– Vídeo que circula no WhatsApp e no Facebook
Falso
O vídeo analisado pela Lupa é antigo. Diferentemente do que sugere a publicação, a gravação foi feita em 7 de setembro de 2021 e não tem qualquer relação com as manifestações realizadas no último domingo (1º) nas principais capitais do Brasil. Uma busca reversa das imagens mostra que essa mesma filmagem foi publicada pela primeira vez no ano passado e mostra os atos do Dia da Independência na Avenida Paulista, em São Paulo. Um trecho dessa mesma gravação foi publicada, inclusive, no perfil no Twitter do presidente Jair Bolsonaro (PL) naquela ocasião
Detalhes como a grande faixa em verde e amarelo levada por manifestantes na avenida, mostrada por vários veículos de imprensa (Jovem PanUOL e Estadão, entre outros)  naquele dia, evidenciam que a cena é antiga. 
Além disso, os registros na imprensa sobre as manifestações realizadas no último domingo (1º)  em São Paulo mostram que o número de participantes foi menor do que o que aparece nas imagens.
Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


21.02.2024 - 20h28
Segurança pública
Fuga de 17 presos no Piauí foi em penitenciária estadual, não federal

Vídeo aborda as fugas de presos no Piauí e em Rondônia. Segundo o post, esses acontecimentos teriam relação com o ministro Ricardo Lewandowski, uma vez que, ainda neste mês, dois detentos fugiram da Penitenciária de Mossoró. É falso. Ao contrário da unidade de Mossoró, que é federal, as prisões do Piauí e de Rondônia são de administração estadual.

Evelyn Fagundes
21.02.2024 - 16h42
Saúde
Repelente caseiro com cravo-da-índia, álcool e óleo corporal não tem eficácia contra dengue

Circula nas redes vídeo de um bombeiro ensinando uma receita de repelente caseiro com cravo-da-índia, álcool e óleo corporal para repelir o mosquito da dengue. Não há comprovação científica. Repelentes precisam ter o aval da Anvisa e seguir as orientações descritas na rotulagem do produto. Especialistas negam eficácia de repelentes caseiros

Ítalo Rômany
21.02.2024 - 14h50
Política
Vídeo em que deputado português chama Lula de ‘bandido’ é de 2023

Circula pelas redes um vídeo no qual o deputado português André Ventura chama o presidente Lula de "bandido". A legenda afirma que o discurso ocorreu “ontem”. É falso. A fala não é recente. O político de fato atacou o presidente brasileiro, mas a declaração foi dada em janeiro de 2023.

Catiane Pereira
21.02.2024 - 14h10
Eleições
É falso que urnas foram programadas para conceder vitória a Lula nas eleições de 2022

Vídeo afirma que urnas eletrônicas utilizadas no pleito eleitoral de 2022 continham um “algoritmo” que concederia uma margem de vitória ao então candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT). É falso. As urnas eletrônicas registram automaticamente todos os votos, e seu sistema não altera, adiciona e ou subtrai os votos dos eleitores.

Catiane Pereira
20.02.2024 - 16h47
Política
Paulo Pimenta não admitiu fraude ao dizer que Lula venceu eleição com 39% dos votos

Circula na internet um vídeo no qual o ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta, afirma que o presidente Lula ganhou as eleições de 2022 com 39% dos votos. Falta contexto. Pimenta considerou o universo total de eleitores, cálculo diferente do adotado pelo TSE, que exclui brancos, nulos e ausentes.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital