UOL - O melhor conteúdo
Lupa
No debate da Band, candidatos de SP erram sobre segurança, economia e educação
08.08.2022 - 07h00
Atualizado: 08.08.2022 - 09h55
Este texto foi corrigido
08.08.2022 - 06h55
Cinco candidatos ao governo de São Paulo participaram, na noite de domingo (7), do primeiro debate das eleições deste ano, promovido pela Band. Ao longo de duas horas, Fernando Haddad (PT), Rodrigo Garcia (PSDB), Tarcísio de Freitas (Republicanos), Elvis Cezar (PDT) e Vinícius Poit (Novo) trocaram acusações, defenderam realizações anteriores e apresentaram propostas para o estado. A Lupa checou algumas das frases ditas por eles no encontro. A assessoria de imprensa de cada um dos políticos foi procurada, e essa checagem será atualizada assim que houver uma resposta. Veja, a seguir, o resultado: 
(...) lá não tem moradores de rua (Santana de Parnaíba)
– Elvis Cezar (PDT), ex-prefeito e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Falso
A Prefeitura de Santana de Parnaíba, em julho do ano passado, montou 30 leitos (15 masculinos e 15 femininos) para abrigar moradores de rua durante o inverno. O projeto foi chamado de Aquecendo corações. Segundo a prefeitura, em publicação no Facebook, foi fornecido um kit de higiene e cinco refeições diárias.
Em nota, a assessoria de imprensa do candidato disse que Santana de Parnaíba não tem moradores de rua. “Os casos que eventualmente acontecem são de pessoas de outros municípios, que são acolhidas pela Secretaria de Desenvolvimento Social”, diz. A assessoria do candidato diz, ainda, que o programa citado na checagem é da administração atual, e não da sua.
(...) São Paulo tenha 90% dos seus alunos que terminam o ensino médio sem proficiência em português (...)
– Tarcísio de Freitas (Republicanos), ex-ministro e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022
Exagerado
Erramos: o texto foi alterado
08.08.2022 - 06h55
Uma versão anterior da checagem informava que o partido de Tarcísio de Freitas é o PL, mas seu partido é o Republicanos.
De acordo com dados do Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) de 2021, 76% dos alunos não conseguiram atingir um índice de proficiência em interpretação de texto em nível adequado ou avançado. Foi o pior resultado desde 2013.
Em nota, a assessoria de imprensa do candidato disse que “ambos os desempenhos (matemática e português) atingiram níveis alarmantes, que indicam total retrocesso na qualidade da educação no ensino médio do Estado”. 
(...) São Paulo tenha 90% dos seus alunos que terminam o ensino médio (...) sem proficiência em matemática
– Tarcísio de Freitas (Republicanos), ex-ministro e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022
Verdadeiro
Erramos: o texto foi alterado
08.08.2022 - 06h55
Uma versão anterior da checagem informava que o partido de Tarcísio de Freitas é o PL, mas seu partido é o Republicanos.
De acordo com dados do Saresp, 96% dos alunos que concluíram o ensino médio na rede estadual em 2021 não atingiram um índice de proficiência adequado ou avançado em matemática.
Você fez parte da gestão Pitta. O Poupatempo foi criado justamente quando você servia ao Pitta, e não ao Covas
– Fernando Haddad (PT), ex-prefeito e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022
Verdadeiro
O Poupatempo foi implantado em 1997, durante a gestão do governador Mário Covas (PSDB). Na mesma época, Garcia era chefe de gabinete da Secretaria de Planejamento da Prefeitura de São Paulo, então comandada por Gilberto Kassab. O prefeito da capital paulista era Celso Pitta (PP), que governou a cidade entre 1997 e 2000. 
Existem aqui em São Paulo 134 delegacias da mulher no Estado. (...) menos de 10% dessas delegacias funcionam 24 horas
– Tarcísio de Freitas (Republicanos), ex-ministro e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Verdadeiro
Erramos: o texto foi alterado
08.08.2022 - 06h55
Uma versão anterior da checagem informava que o partido de Tarcísio de Freitas é o PL, mas seu partido é o Republicanos.
São Paulo tem 138 unidades de Delegacias de Defesa da Mulher (DDM) para atender 645 municípios, sendo que 11 (7,8%) funcionam 24 horas. O dado foi analisado pela Lupa em março deste ano, no projeto SobreElas.
Na última Data Favela, (...) 76% da população das favelas no Brasil querem abrir um negócio
– Vinícius Poit (Novo), candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Verdadeiro
A pesquisa Data Favela mostrou que 76% dos moradores de favelas querem ou já possuem um negócio próprio. Desses, apenas 37% tinham CNPJ. O levantamento foi publicado em abril deste ano. 
Santana de Parnaíba, a cidade mais segura do estado de São Paulo pela consultoria Urban Systems. (...) A segunda melhor do Brasil
– Elvis Cezar (PDT), candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Verdadeiro, mas...
Em 2019, a cidade de Santana de Parnaíba foi considerada a mais segura de São Paulo e a segunda mais segura do Brasil de acordo com o Ranking Connected Smart Cities, desenvolvido pela consultoria Urban Systems. O estudo avalia indicadores referentes a áreas de risco, homicídios, mortes no trânsito, despesas com segurança e número de policiais por habitantes. No entanto, na edição mais recente da pesquisa, publicada em 2021, a cidade aparece na 7ª posição no ranking nacional. Elvis foi prefeito da cidade por dois mandatos, entre 2014 e 2020. 
(...)São Paulo (...) é o estado que mais rouba celular no Brasil, cinco vezes à frente do segundo, que é o Ceará
– Vinícius Poit (Novo), candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Verdadeiro, mas...
Em 2021, São Paulo registrou 289.461 roubos e furtos de celulares, conforme o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2022 (página 108). Em números absolutos, é 4,7 vezes mais do que o segundo colocado, o Pará — 60.814. Contudo, esse número é absoluto, ou seja, não leva em consideração que São Paulo tem também a maior população do país. Em números proporcionais, há cinco estados onde os crimes de roubo e furto de celular são mais comuns: Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Espírito Santo e Pará.
Em todos os indicadores que você conta, São Paulo é o estado mais seguro
– Rodrigo Garcia (PSDB), governador e candidato a reeleição em São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Falso
Embora tenha o menor índice de homicídios do país, São Paulo não é o estado mais seguro em relação a todos os tipos de crime. Na última edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, com dados de 2021, é possível encontrar diversos indicadores que mostram o estado com uma performance pior do que outras unidades da federação.
Em nenhum dos índices de crimes contra patrimônio, por exemplo, São Paulo tem os melhores indicadores do país. Considerando o total de roubos, outras 11 unidades da federação tem desempenho melhor. Especificamente em furto e roubo de celulares, o estado tem a sexta pior taxa do país — considerando somente valores proporcionais. Em roubo de carros, é o décimo pior.
Isso não se limita aos crimes de patrimônio. Os dados de de lesão corporal dolosa em casos de violência doméstica também são altos em São Paulo. A taxa do estado em 2021 foi a 12º maior, tendo 217,4 casos por 100 mil mulheres. Já os dados de letalidade policial, 1,2 mortes por cem mil habitantes, está abaixo da média nacional, mas acima de sete outros estados.
A assessoria de comunicação do candidato disse que ele se referia, somente, às mortes violentas intencionais (MVI) — dado que inclui homicídios, como homicídios doloso, latrocínios e lesão corporal seguida de morte. Embora São Paulo tenha, de fato, a menor taxa de MVI do Brasil, isso não se aplica a todos os componentes desse índice — incluindo, por exemplo, as mortes por intervenção policial.
Eu fiz aqui a polícia penal em São Paulo
– Rodrigo Garcia (PSDB), governador e candidato a reeleição em São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022
Verdadeiro
Em junho, a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo promulgou a PEC 2/2022 que criava a Polícia Penal, uma unidade de segurança pública vinculada à Secretaria da Administração Penitenciária. Segundo o site da Alesp, o autor da proposta foi o governador Rodrigo Garcia. A Assembleia também informou que o governo de São Paulo convocou 1.500 agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária aprovados em concurso público. 
Nós demos aumentos [salariais] para a polícia neste nosso mandato de 25%
– Rodrigo Garcia (PSDB), governador e candidato a reeleição em São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022
Verdadeiro
Durante a gestão do ex-governador de São Paulo João Doria (janeiro de 2019 a abril de 2022), na qual Rodrigo Garcia era vice-governador, ocorreram dois reajustes salariais para os profissionais da segurança pública, que totalizam 26%. 
Em novembro de 2019, foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aumento de 5% nos salários dos policiais militares. Já em março de 2022, o então governador divulgou aumento de 20% no salário de agentes da segurança pública. O reajuste foi aprovado pela Alesp no mesmo mês. 
No estado de São Paulo, a cada dois dias, nós temos um feminicídio
– Elvis Cezar (PDT), candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Exagerado
As estatísticas mais recentes da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo mostram que, entre julho de 2021 e junho de 22, o estado registrou 125 feminicídios. Isso representa uma média de 10,4 ocorrências por mês. Ou seja, a cada três dias (e não dois), uma mulher morre por feminicídio em São Paulo.
Em nota, a assessoria de imprensa do candidato disse que baseou o número em reportagem do jornal O Vale. O levantamento, contudo, leva em consideração um período de dez anos. No último ano, o número de vítimas de feminicídio foi menor do que o citado pelo candidato.
Foi aqui criada a primeira Delegacia de Defesa da Mulher da história do Brasil, na década de 80
– Rodrigo Garcia (PSDB), governador e candidato a reeleição em São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022
Verdadeiro
A 1ª Delegacia de Defesa da Mulher foi inaugurada no dia 6 de agosto de 1985 no estado de São Paulo. A unidade era localizada na Rua Bittencourt Rodrigues, no bairro da Sé, centro da capital paulista. Em 2019, a primeira delegacia mudou de endereço e sua nova sede passou a ser a Rua Vieira Ravasco, no bairro Cambuci. 
O investimento caiu 50% em relação há oito anos atrás, em valores corrigidos
– Fernando Haddad (PT), ex-prefeito e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Verdadeiro
Segundo os Relatórios Resumidos da Execução Orçamentária (RREO), entre 2013 e 2021, último ano com dados completos, o investimento do governo de São Paulo caiu de R$ 14,8 bilhões para 7,4 bilhões, o que representa uma redução de 50%. Os valores para 2013 foram corrigidos pelo IPCA.
Bolsonaro deu reajuste abaixo da inflação. Quase 5% abaixo da inflação
– Fernando Haddad (PT), ex-prefeito e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Falso
O salário mínimo nacional foi reajustado para R$ 1.212 em 1º de janeiro de 2022 pela Medida Provisória 1091/2021. A mudança representou um aumento de 10,18% em relação ao salário mínimo anterior, de R$ 1.100. Essa variação equivale ao Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC) acumulado em 2021 que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atingiu 10,16%. Outro índice oficial, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, foi de 10,06%. Ou seja,o reajuste foi praticamente idêntico à inflação.
Isso também ocorreu nos dois anos anteriores. Em 1º de janeiro de 2021, o valor foi reajustado em 5,26%, passando de R$ 1.045 para 1.100. No ano anterior, o INPC tinha ficado em 5,45% – ou seja, foi bem similar. Houve ainda um aumento de 4,61% em 1º de janeiro de 2020, quando o salário mínimo subiu de R$ 954 para R$ 998..Mais uma vez o porcentual ficou próximo do INPC do ano anterior, que foi de 4,48%.
A assessoria de comunicação do candidato citou como fonte um levantamento da corretora Tullet Prebon Brasil, publicado em maio desse ano, que diz que o salário mínimo deve sofrer perda real de valor de 1,7% até o final de 2022. Esse dado, contudo, além de menor que o citado pelo candidato, é também uma previsão.
Doria, [deu reajuste do piso estadual] 10% abaixo da inflação
– Fernando Haddad (PT), ex-prefeito e candidato a governador de São Paulo, no debate da Band em 7 de agosto de 2022 
Verdadeiro
Alguns estados, como São Paulo, não seguem o salário mínimo nacional, mas o piso estadual. Em março de 2022, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou a Lei 17.526/2022, que reajustou o valor mínimo pago para trabalhadores domésticos, serventes, motoboys e agropecuários de R$ 1.163,55 para R$ 1.284, enquanto categorias relacionadas a serviços de higiene e saúde, operadores de estação de rádio e outros tiveram um reajuste de R$ 1.183,33 para R$ 1.306. Os valores foram corrigidos em 10,4%. O aumento começou a valer em abril.
Contudo, a última atualização do piso tinha ocorrido em março de 2019. No período todo, a inflação foi de 22,9%, considerando o IPCA. O reajuste concedido pelo governo de São Paulo foi, portanto, 12,5 pontos percentuais mais baixo do que a inflação no período, ou menos da metade da depreciação da moeda entre 2019 e 2022.
O texto foi atualizado para incluir as respostas dos candidatos Rodrigo Garcia (DEM) e Fernando Haddad (PT)
08.08.2022 - 12h56
O texto foi atualizado para a inclusão das respostas dos candidatos Elvis Cezar (PDT) e Tarcísio Freitas (Republicanos
18.07.2024 - 13h50
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Checagem
Conteúdo de verificação e classificação de uma ou mais falas específicas de determinada pessoa, seguindo metodologia própria.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


26.06.2024 - 18h01
Checagem
No UOL, Lula erra sobre economia e ao negar críticas à gestão Bolsonaro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) concedeu entrevista ao UOL, nesta quarta (26), e tratou de assuntos como economia, aborto, drogas e a saída temporária de detentos. O petista errou ao dizer que todos os dados econômicos melhoraram depois que assumiu o governo e ao negar ter criticado o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Gabriela Soares
07.06.2024 - 15h51
Sabatina MyNews
Kim erra dados sobre desaprovação de Haddad e atendimento psicossocial

A Lupa deu a largada à cobertura das eleições de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). O sexto entrevistado foi o deputado federal por SP Kim Kataguiri (União Brasil), que errou dados sobre desaprovação do ex-prefeito Fernando Haddad e de leitos de atendimento psicossocial.

Carol Macário
07.06.2024 - 13h49
Sabatina MyNews
Marina Helena erra sobre acidentes em SP e exagera sobre educação no Ceará

A Lupa deu a largada nesta semana à cobertura das eleições municipais de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). A quinta entrevistada foi Marina Helena (Novo), que errou ao citar dado sobre acidentes envolvendo motocicletas e exagerou sobre professores temporários no Ceará

Carol Macário
07.06.2024 - 09h49
Sabatina MyNews
Tabata erra sobre dados de trânsito e vagas para dependentes químicos

A Lupa deu a largada nesta semana à cobertura das eleições municipais de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). A quarta entrevistada foi a deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP), que errou sobre dados de trânsito e a quantidade de CEUs e vagas para tratar dependentes químicos

Carol Macário
06.06.2024 - 15h49
Sabatina MyNews
Pablo Marçal erra sobre candidatura indeferida, obras e combate à dengue

A Lupa deu a largada nesta semana à cobertura das eleições municipais de 2024 com a checagem da sabatina promovida pelo MyNews com os pré-candidatos à prefeitura de São Paulo (SP). O terceiro entrevistado é Pablo Marçal (PRTB) que errou ao falar sobre sua candidatura indeferida à presidência em 2022, obras e combate à dengue.

Carol Macário
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital