UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Vídeo de protesto na Faixa de Gaza foi gravado antes do início da guerra entre Israel e Hamas
11.12.2023 - 16h22
Rio de Janeiro - RJ
Circula na internet um vídeo de pessoas protestando enquanto sacodem bandeiras brancas. A legenda não diz qual a data da cena, mas afirma se tratar de uma “manifestação anti-Hamas na Faixa de Gaza”. A publicação dá a entender que a manifestação está relacionada ao atual conflito com Israel ao dizer que, no Ocidente, ocorrem atos de apoio a esse grupo. Falta contexto.
Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
“Um evento surpreendente ocorreu: uma manifestação anti-Hamas na Faixa de Gaza, algo até então inimaginável. Este acontecimento reflete uma inversão dramática de perspectivas, onde os próprios palestinos se posicionam contra o Hamas, enquanto, paradoxalmente, no Ocidente, há protestos em apoio a esse grupo terrorista”
– Legenda em vídeo que circula nas redes
Falta contexto
O vídeo de fato mostra uma manifestação contra o Hamas em Gaza, mas não tem relação com o atual conflito entre o grupo e Israel. O autor da gravação original, Ahmad El Otla — @ahmad_elotla no TikTok —, esclareceu que o protesto mostrado na cena era contra bloqueios na Faixa de Gaza e aumento dos preços na região. “Não tem nada a ver com a guerra e não foi filmado durante a guerra”, escreveu, em post publicado na plataforma. Segundo ele, as imagens foram gravadas em julho, cerca de três meses antes do início do conflito — conforme mostra tradução feita pelo Euronews, canal europeu de notícias internacionais, que também desmentiu esse conteúdo. 
O protesto mostrado no vídeo ocorreu em Jabalia, no norte de Gaza. As imagens, inclusive, mostram o prédio da prefeitura da cidade. A equipe de língua árabe do Euronews também informou que, no vídeo, os manifestantes são ouvidos gritando: “O povo quer a queda do Hamas”.
No dia 30 de julho, mês apontado pelo usuário na publicação, houve manifestações em massa na Faixa de Gaza, região comandada pelo Hamas — principalmente nas cidades de Khan Younis e Rafah, no sul do território. Devido às frequentes quedas de energia, agravadas pelas altas temperaturas registradas na época, centenas de cidadãos protestaram por melhores condições de vida e contra o bloqueio do Hamas, que restringe a importação de mercadorias no território. Nos dias seguintes ao ato houve outras tentativas de manifestação que, contudo, foram contidas pelo Hamas.
O homem responsável pela gravação também explicou que o vídeo estava salvo em um celular que ele não usava mais. Devido a uma queda de energia em Gaza, ele teve que recorrer ao aparelho e, acidentalmente, publicou o registro, que, agora, é falsamente associado ao conflito entre o Hamas e Israel.
Nota: Este conteúdo faz parte do projeto Mídia e Democracia, produzido pela Escola de Comunicação, Mídia e Informação da Fundação Getulio Vargas (FGV ECMI) em parceria com Democracy Reporting International e a Lupa. A iniciativa é financiada pela União Europeia.

SAIBA MAIS:



Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


01.03.2024 - 14h25
Mudanças Climáticas
É falso que o Sol é o principal fator responsável pelo aquecimento global

Post afirma que o aquecimento global está relacionado principalmente com as variações do Sol, e não seria causado prioritariamente pela atividade humana. É falso. Esse entendimento é contrário ao conhecimento científico sobre a origem humana das mudanças climáticas dos últimos anos, conforme atestam os informes do IPCC, da ONU.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 13h29
Segurança
É falso que Fernandinho Beira-Mar fugiu de presídio de segurança máxima em Mossoró

Post que circula pelas redes sociais afirma que Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, teria fugido junto com outros detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. É falso. Beira-Mar segue sob a custódia do Sistema Penitenciário Federal.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 12h55
Saúde
É falso que Lula ‘liberou’ o aborto em qualquer tempo gestacional no Brasil

Circula pelas redes sociais que o governo Lula teria liberado o aborto no Brasil em qualquer idade gestacional. É falso. O governo não  legalizou o aborto. Uma nota técnica do Ministério da Saúde de 28 de fevereiro revogou uma orientação de 2022, do governo Bolsonaro, que fixava um prazo para os procedimentos. Essa nota foi suspensa em 29 de fevereiro.

Carol Macário
01.03.2024 - 12h47
Política
Soldados queimados em vídeo são turcos, não israelenses mortos pelo Hamas

Post mostra um vídeo com soldados sendo queimados vivos. A legenda que acompanha a publicação diz que são israelenses assassinados pelo Hamas. É falso. O vídeo é antigo e circula desde 2016. O Estado Islâmico assumiu a autoria do ato contra soldados turcos

Maiquel Rosauro
01.03.2024 - 12h16
Política
Nota das Forças Armadas é antiga e trata de protestos em quartéis de 2022

 Circula nas redes o vídeo de uma reportagem sobre uma nota das Forças Armadas que menciona “o que vem acontecendo no Brasil”. A publicação dá a entender que o documento se refere a supostos “descaminhos autocráticos” do poder Judiciário. Falta Contexto. A notícia é de 2022 e foi tirada de contexto.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital