UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que colapso de mina da Braskem causará terremoto e tsunami em Maceió
19.12.2023 - 15h21
Rio de Janeiro - RJ
Circula nas redes sociais um áudio em que um homem afirma que, segundo engenheiros ouvidos por ele, os impactos causados pelo colapso na mina de extração de sal-gema da petroquímica Braskem são maiores do que foi noticiado pelas autoridades locais. Ele afirma que poderá ocorrer um tsunami e um terremoto em Maceió (AL). É falso. 
Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
“ (...) Eles não contam que eles cavaram também por baixo da lagoa [da Anta], (...) Atravessando para Cruz das Almas, atravessando para o lado do Trapiche, atravessando para o lado daquela ponte em volta do Suruagy, antigo DR, puxando para o lado ali das praias (...) Indo para Marechal. Ou seja, o lado de Satuba. Maceió ta toda escavada por baixo”
– Trecho de fala em vídeo que, até 10h do dia 15 de dezembro de 2023, havia sido visualizado por 22 mil usuários no Facebook
Falso
Em nota, a Defesa Civil de Alagoas informou que as alegações do vídeo que circula nas redes sociais são falsas e sem fundamento. Segundo o órgão, as áreas afetadas pelo afundamento são Mutange e parte dos bairros de Bebedouro, Bom Parto, Farol e Pinheiro — regiões distantes daquelas apontadas no áudio. Além disso, nenhuma outra área da cidade foi explorada pela mineradora, portanto Maceió não está “toda escavada por baixo”.
A Braskem esclareceu, em nota, que os locais da cidade explorados foram apenas Mutange, Bebedouro e Pinheiro. “As regiões citadas no vídeo nunca tiverem poços de extração de sal-gema da Braskem”, respondeu à Lupa
A empresa também informou que a extração de sal-gema nesses locais foi encerrada em maio de 2019 e que, desde então, a mineradora adota medidas para o fechamento definitivo dos poços de sal, conforme plano aprovado pela Agência Nacional de Mineração (ANM).
“ (...) Quando esse negócio aí arriar, toda água da lagoa [da Anta] vai escorrer como uma bomba atômica, cai dentro desse buraco, e esses buracos vão dar uma explosão muito grande e como aqui a lagoa é emendada com o mar, vai surgir um grande tsunami (...) Se isso acontecer e for desse jeito, acaba com tudo, porque vai ter terremoto, vai ter tsunami”
– Trecho de fala em vídeo que, até 10h do dia 15 de dezembro de 2023, havia sido visualizado por 22 mil usuários no Facebook
Falso
Como citado anteriormente, a Defesa Civil de Alagoas informou, em nota, que as afirmações são falsas e sem fundamento. O geólogo Francisco Dourado, professor e vice-chefe do Departamento de Geologia Aplicada da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), também analisou as falas do vídeo. Ele negou a possibilidade de ocorrer um terremoto ou tsunami devido ao afundamento das regiões afetadas pelo colapso da mina nº 18 da Braskem. Além disso, a Lagoa da Anta, citada no vídeo, não é uma das áreas afetadas pelo colapso, como informou a Defesa Civil
Em entrevista à Lupa, Dourado explicou haver apenas a possibilidade de ocorrer um micro tremor sísmico nos bairros afetados — tremor imperceptível de magnitude menor que 2 na escala Richter (página 11). “Como você vai ter um deslocamento de água muito grande, você terá o colapso de algum pedaço das cavidades lá embaixo, então pode gerar um micro tremor. Mas dizer que isso é um terremoto ou tsunami, sem chances. Essas coisas são muito sensacionalismo”, informou o geólogo.
Terremotos são causados por movimentos na crosta terrestre, composta por grandes placas de rocha chamadas de placas tectônicas. Eles também podem ser resultado de atividade vulcânica ou do deslocamento de gases no interior da Terra. Já um tsunami consiste em uma sequência de ondas gigantes, geradas por distúrbios sob a água, normalmente associados a terremotos que ocorrem no fundo do oceano ou próximos a ele.
“A cidade [Maceió] toda vai estremecer (...) O que pode acontecer com as outras casas que ficam longe é rachar e cair”
– Trecho de fala em vídeo que, até 10h do dia 15 de dezembro de 2023, havia sido visualizado por 22 mil usuários no Facebook
Falso
Até a presente data não há informações sobre tremores na cidade toda, tampouco alerta para rachaduras e quedas de casas em outras regiões além daquelas já identificadas pela Defesa Civil. O geólogo Francisco Dourado explica que área afetada sofrerá um colapso com afundamento da terra, mas que dificilmente essa instabilidade atingirá outros pontos de Maceió, menos ainda a cidade na totalidade — como alega o vídeo. 
Dourado também negou a possibilidade de a cidade toda estremecer. “O único micro cismo que aconteceria seria em intensidade tão baixa que nem as pessoas próximas sentiriam. Menos ainda quem está mais distante, talvez um barulho. Imagina aquele material entrando em colapso. As pessoas podem escutar um barulho grande e tudo mais, mas acho que não um tremor significativo. Ali naquele áudio não tem nada de coerente, não tem nada que faça sentido”, afirmou à Lupa
Vale citar que a Defesa Civil recomenda que os cidadãos busquem informações em sites oficiais, como a página da Prefeitura de Maceió, que publica atualizações sobre a situação.

SAIBA MAIS:





Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


01.03.2024 - 14h25
Mudanças Climáticas
É falso que o Sol é o principal fator responsável pelo aquecimento global

Post afirma que o aquecimento global está relacionado principalmente com as variações do Sol, e não seria causado prioritariamente pela atividade humana. É falso. Esse entendimento é contrário ao conhecimento científico sobre a origem humana das mudanças climáticas dos últimos anos, conforme atestam os informes do IPCC, da ONU.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 13h29
Segurança
É falso que Fernandinho Beira-Mar fugiu de presídio de segurança máxima em Mossoró

Post que circula pelas redes sociais afirma que Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, teria fugido junto com outros detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. É falso. Beira-Mar segue sob a custódia do Sistema Penitenciário Federal.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 12h55
Saúde
É falso que Lula ‘liberou’ o aborto em qualquer tempo gestacional no Brasil

Circula pelas redes sociais que o governo Lula teria liberado o aborto no Brasil em qualquer idade gestacional. É falso. O governo não  legalizou o aborto. Uma nota técnica do Ministério da Saúde de 28 de fevereiro revogou uma orientação de 2022, do governo Bolsonaro, que fixava um prazo para os procedimentos. Essa nota foi suspensa em 29 de fevereiro.

Carol Macário
01.03.2024 - 12h47
Política
Soldados queimados em vídeo são turcos, não israelenses mortos pelo Hamas

Post mostra um vídeo com soldados sendo queimados vivos. A legenda que acompanha a publicação diz que são israelenses assassinados pelo Hamas. É falso. O vídeo é antigo e circula desde 2016. O Estado Islâmico assumiu a autoria do ato contra soldados turcos

Maiquel Rosauro
01.03.2024 - 12h16
Política
Nota das Forças Armadas é antiga e trata de protestos em quartéis de 2022

 Circula nas redes o vídeo de uma reportagem sobre uma nota das Forças Armadas que menciona “o que vem acontecendo no Brasil”. A publicação dá a entender que o documento se refere a supostos “descaminhos autocráticos” do poder Judiciário. Falta Contexto. A notícia é de 2022 e foi tirada de contexto.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital