UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que homem preso com bombas e estilingues, em 8 de janeiro de 2023, era um infiltrado
09.01.2024 - 13h01
Porto Alegre - RS
Post que circula nas redes sociais traz o vídeo do momento em que um homem é preso na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, em 8 de janeiro do ano passado, quando ocorreu a invasão aos prédios dos Três Poderes. A pessoa que faz a gravação afirma que se trata de um infiltrado que estava junto aos bolsonaristas para jogar bombas nas pessoas. É falso.
Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
Força Nacional aqui atuando. Estamos aqui na esplanada e, neste momento, nós pegamos aqui um cidadão que estava infiltrado no meio dos bolsonaristas para poder causar o terror e dizer que foi o pessoal. Aqui está o material dele, bomba, coquetel molotov e gasolina. Tudo isso aqui. Mais um trabalho da Força Nacional aqui, tirando mais um aqui de circulação que está infiltrado, pessoal, jogando bomba nas pessoas de bem para dizer que é os bolsonaristas
– Fala em vídeo que, até as 17h de 8 de janeiro de 2024, possuía 7.056 visualizações no X
Falso
O homem preso no vídeo se chama Antônio Geovane Sousa de Sousa, à época com 23 anos. Ele não era um infiltrado na tentativa frustrada de golpe de Estado. Quando foi detido, Sousa afirmou aos policiais que morava no estado do Pará, que estava acampado em frente ao Quartel-General do Exército desde o dia 15 de novembro de 2022 e que era um apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), como consta no registro da prisão em flagrante.
Trecho do Boletim de Ocorrência registrado na prisão de Antônio Geovane Sousa de Sousa
Em depoimento à polícia, ele disse que estava na capital federal para protestar contra o comunismo que seria instaurado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Sousa foi detido em flagrante antes da invasão dos prédios dos Três Poderes por portar duas mochilas com bombas, maçarico, gasolina, álcool, estilingues e materiais usados para fazer coquetel molotov, como isqueiro e pano molhado com combustível. 
Ele era morador da cidade de Novo Progresso (PA) e estava foragido da polícia desde 2018. Naquele ano, Sousa foi detido em uma investigação por esfaquear um homem até a morte. Porém, fugiu do local e permaneceu como foragido da Justiça até ser preso em Brasília. Ele também possui passagens pela polícia por violência contra a mulher e tráfico de drogas. 
Por ser suspeito de ter praticado um homicídio, um mandado de prisão foi expedido contra Sousa ainda naquele 8 de janeiro. Em 15 de dezembro do ano passado, o nome de Sousa constava na lista de 18 detentos que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, concedeu liberdade provisória. Até então, ele estava detido na Penitenciária da Papuda, em Brasília. Entre as medidas cautelares impostas a Sousa estão o uso de tornozeleira eletrônica, comparecimento periódico à comarca de origem em Novo Progresso (PA), entrega de passaporte e proibição do uso de redes sociais.

Leia também


Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


01.03.2024 - 14h25
Mudanças Climáticas
É falso que o Sol é o principal fator responsável pelo aquecimento global

Post afirma que o aquecimento global está relacionado principalmente com as variações do Sol, e não seria causado prioritariamente pela atividade humana. É falso. Esse entendimento é contrário ao conhecimento científico sobre a origem humana das mudanças climáticas dos últimos anos, conforme atestam os informes do IPCC, da ONU.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 13h29
Segurança
É falso que Fernandinho Beira-Mar fugiu de presídio de segurança máxima em Mossoró

Post que circula pelas redes sociais afirma que Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, teria fugido junto com outros detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. É falso. Beira-Mar segue sob a custódia do Sistema Penitenciário Federal.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 12h55
Saúde
É falso que Lula ‘liberou’ o aborto em qualquer tempo gestacional no Brasil

Circula pelas redes sociais que o governo Lula teria liberado o aborto no Brasil em qualquer idade gestacional. É falso. O governo não  legalizou o aborto. Uma nota técnica do Ministério da Saúde de 28 de fevereiro revogou uma orientação de 2022, do governo Bolsonaro, que fixava um prazo para os procedimentos. Essa nota foi suspensa em 29 de fevereiro.

Carol Macário
01.03.2024 - 12h47
Política
Soldados queimados em vídeo são turcos, não israelenses mortos pelo Hamas

Post mostra um vídeo com soldados sendo queimados vivos. A legenda que acompanha a publicação diz que são israelenses assassinados pelo Hamas. É falso. O vídeo é antigo e circula desde 2016. O Estado Islâmico assumiu a autoria do ato contra soldados turcos

Maiquel Rosauro
01.03.2024 - 12h16
Política
Nota das Forças Armadas é antiga e trata de protestos em quartéis de 2022

 Circula nas redes o vídeo de uma reportagem sobre uma nota das Forças Armadas que menciona “o que vem acontecendo no Brasil”. A publicação dá a entender que o documento se refere a supostos “descaminhos autocráticos” do poder Judiciário. Falta Contexto. A notícia é de 2022 e foi tirada de contexto.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital