UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que marido de Marina Silva é o maior contrabandista de mogno da região Norte
16.01.2024 - 18h03
Porto Alegre - RS
Post nas redes sociais alega que o marido da ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, é dono da maior parte das serrarias clandestinas no Pará e maior contrabandista de mogno da região Norte do Brasil. É falso.
Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:
Petezada apresendo a vcs o marido da Marina Silva!!Esse é o dono da maior parte das Serrarias clandestinas no Pará, o maior contrabandista de mogno da região Norte. Mas isso é só um detalheEntendeu agora.”
– Texto em vídeo que circula nas redes sociais
Falso
Não existem indícios de que Fábio Vaz de Lima, marido de Marina Silva, seja proprietário de serrarias clandestinas e nem de que ele seja o maior contrabandista de mogno do Norte do país. Boato semelhante também circulou em 2014 e 2018, anos em que Marina concorreu à Presidência da República. O caso já foi investigado pelo Ministério Público Federal (MPF), que não encontrou nenhuma evidência. 
Em 2004, quando Marina era ministra do Meio Ambiente no primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o Tribunal de Contas da União (TCU) apontou irregularidades na doação de seis mil toras de madeira, apreendidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), à Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (Fase), uma organização não-governamental (ONG). Fábio Vaz de Lima foi relacionado ao suposto envolvimento no caso por ser marido de Marina e um dos fundadores do grupo Grupo de Trabalho Amazônico (GTA), que teria ligação com a Fase. 
Contudo, o relatório do TCU que trouxe as conclusões da apuração - assinado pelo ministro-relator Humberto Guimarães Souto - sequer cita o nome de Lima. O documento aponta que não havia uma justificativa para a escolha do destinatário do material (cujo valor era de R$ 36 milhões). A auditoria listou uma série de recomendações ao Ibama a fim de evitar que os recursos fossem usados de forma inadequada pela Fase. O relatório também trouxe sugestões para tornar mais rigorosos os critérios de doação de cargas apreendidas pela autarquia. 
Em maio de 2011, o caso voltou aos holofotes. O então deputado federal pelo PCdoB, Aldo Rebelo, acusou o marido de Marina de “fraudar contrabando de madeira” em uma sessão no plenário da Câmara dos Deputados, durante a votação do Código Florestal.
No dia seguinte às acusações de Rebelo, Marina informou que iria pedir ao MPF que investigasse seu marido e ela mesma para desmentir as acusações do parlamentar. À época, o deputado afirmou que estava “arrependido” pela sua fala na Câmara. O MPF arquivou o caso em 2013, dois anos depois do início das investigações, por entender que não havia “um único elemento” que pudesse conferir “foros de verossimilhança” à acusação. 
Esse conteúdo também foi verificado por Estadão Verifica.

Leia também


Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


01.03.2024 - 14h25
Mudanças Climáticas
É falso que o Sol é o principal fator responsável pelo aquecimento global

Post afirma que o aquecimento global está relacionado principalmente com as variações do Sol, e não seria causado prioritariamente pela atividade humana. É falso. Esse entendimento é contrário ao conhecimento científico sobre a origem humana das mudanças climáticas dos últimos anos, conforme atestam os informes do IPCC, da ONU.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 13h29
Segurança
É falso que Fernandinho Beira-Mar fugiu de presídio de segurança máxima em Mossoró

Post que circula pelas redes sociais afirma que Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, teria fugido junto com outros detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. É falso. Beira-Mar segue sob a custódia do Sistema Penitenciário Federal.

Catiane Pereira
01.03.2024 - 12h55
Saúde
É falso que Lula ‘liberou’ o aborto em qualquer tempo gestacional no Brasil

Circula pelas redes sociais que o governo Lula teria liberado o aborto no Brasil em qualquer idade gestacional. É falso. O governo não  legalizou o aborto. Uma nota técnica do Ministério da Saúde de 28 de fevereiro revogou uma orientação de 2022, do governo Bolsonaro, que fixava um prazo para os procedimentos. Essa nota foi suspensa em 29 de fevereiro.

Carol Macário
01.03.2024 - 12h47
Política
Soldados queimados em vídeo são turcos, não israelenses mortos pelo Hamas

Post mostra um vídeo com soldados sendo queimados vivos. A legenda que acompanha a publicação diz que são israelenses assassinados pelo Hamas. É falso. O vídeo é antigo e circula desde 2016. O Estado Islâmico assumiu a autoria do ato contra soldados turcos

Maiquel Rosauro
01.03.2024 - 12h16
Política
Nota das Forças Armadas é antiga e trata de protestos em quartéis de 2022

 Circula nas redes o vídeo de uma reportagem sobre uma nota das Forças Armadas que menciona “o que vem acontecendo no Brasil”. A publicação dá a entender que o documento se refere a supostos “descaminhos autocráticos” do poder Judiciário. Falta Contexto. A notícia é de 2022 e foi tirada de contexto.

Gabriela Soares
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital