UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Bolsonaro usa fake sobre Lula e tráfico para rebater ida à embaixada
26.03.2024 - 13h13
Florianópolis - SC
Fakes sobre Lula, tráfico e Complexo do Alemão voltaram a se espalhar depois de fala de Bolsonaro
O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) retomou uma desinformação antiga de que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria se encontrado com traficantes no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro — o que não é verdade. A insinuação ocorreu quando o político foi questionado sobre sua estadia na Embaixada da Hungria entre 12 e 14 de fevereiro deste ano, quatro dias depois de a Polícia Federal (PF) ter apreendido seu passaporte
A informação de que Bolsonaro passou duas noites na embaixada húngara foi revelada pelo jornal norte-americano The New York Times na última segunda-feira (25). Ao ser abordado por jornalistas, ele foi questionado se “era normal dormir numa embaixada”. E respondeu que “o que não é normal é ir no Complexo do Alemão conversar traficante”, em alusão a uma visita de Lula à comunidade em outubro de 2022, durante a campanha presidencial.
Na manhã desta terça-feira (26), horas após as insinuações sem provas do ex-mandatário, apoiadores repercutiram a declaração dele nas redes sociais. Além do deputado federal e filho, Eduardo Bolsonaro (PL-SP), políticos como o deputado federal Gustavo Gayer (PL-GO) e o deputado federal Junio Amaral (PL-MG), entre outros, postaram o vídeo da entrevista. Juntos, a gravação publicada nesses três perfis alcançou mais de 4,8 milhões de visualizações só no Instagram em menos de 11 horas. 
Eduardo Bolsonaro foi direto na legenda e escreveu que prefere “um presidente que se relacione com embaixador do que com traficante” - Imagem: Instagram, reprodução
Na plataforma de monitoramento CrowdTangle, uma pesquisa pelos termos “complexo do alemão” indicou que, nas últimas 12 horas (23h30 do dia 25 de março às 11h30 do dia 26 de março), essas palavras foram tema de 242 posts. As publicações com maior número de interações foram as que repercutiam a fala de Bolsonaro sobre Lula e uma suposta relação com traficantes. 
Publicações no Facebook retomam fake antiga sobre suposta relação entre Lula e traficantes - Imagem: CrowdTangle, reprodução

Fakes sobre Lula e traficantes do Complexo do Alemão já desmentidas

Conteúdos falsos sobre uma suposta relação de Lula com traficantes circularam durante a campanha presidencial de 2022. Em outubro daquele ano, o então candidato do PT fez uma visita ao Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Uma série de conteúdos desinformativos e preconceituosos passaram a ser compartilhados associando a passagem do político pela comunidade como sendo uma suposta visita a traficantes. 
Uma das publicações falsas insinuava que o boné com a sigla CPX usado por Lula na ocasião significava apoio a organizações criminosas. Essa informação não procede. A Lupa explicou, na época, que “CPX” é uma sigla usada no Rio de Janeiro para se referir aos complexos de favelas existentes na capital carioca. O termo, inclusive, é utilizado por órgãos públicos. No resumo da Lei de Diretrizes Orçamentárias do governo do Rio de Janeiro para 2023, por exemplo, há citação ao termo CPX em referência ao Complexo da Maré.  
Outra fake que circulou na época e agora voltou a ser compartilhada mostra Lula ao lado de um jovem falsamente acusado de ser traficante. O homem da foto, na verdade, era o ator e modelo Diego Raymond. O artista chegou a ter envolvimento com o crime quando era adolescente, se entregou voluntariamente à polícia e cumpriu pena. Ele foi absolvido de todas as acusações e não possui nenhuma pendência com a Justiça. 
Também foram desmentidos vídeos que mostravam pessoas armadas em uma festa — supostamente criminosos comemorando a eleição de Lula. A gravação, contudo, era antiga e circulava desde 2019 — ou seja, não tinha qualquer relação com o resultado do pleito de 2022.
Moradores do Complexo do Alemão se manifestaram em relação às fakes que relacionavam o tráfico de drogas e o Complexo do Alemão, alegando racismo e preconceito por associarem toda a comunidade ao crime. 

LEIA MAIS

Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Reportagem
Conteúdo investigativo que aborda temas diversos relacionados a desinformação com o objetivo de manter os leitores informados.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


10.04.2024 - 17h41
Redes Sociais
X acumula embates com governos por falta de transparência e é proibido em 6 países

A extrema-direita vem usando o embate entre o dono do X, Elon Musk, e o ministro do STF Alexandre de Moraes para defender a "liberdade de expressão" diante do que eles chamam de "censura". Alegam que a rede pode ser bloqueada no Brasil e citam exemplos de países que proibiram o acesso. A Lupa elencou a situação do X em outras nações, confira.

Evelin Mendes
09.04.2024 - 11h36
Redes Sociais
Seis vezes que o X abriu brecha para desinformação em suposta defesa da liberdade de expressão

Um ano e meio desde a aquisição do Twitter por Elon Musk, agora chamado X, a rede ganhou a fama de ser o “esgoto da desinformação”. Sob o pretexto da “liberdade de expressão”, Musk permitiu que fakes circulassem livremente pela rede. A Lupa listou seis exemplos de decisões do bilionário que transformaram o X no epicentro de conteúdos falsos.

Carol Macário
06.04.2024 - 08h24
Eleições 2024
Falta de regulação e critérios de remoção de fakes impõem desafios ao TSE a 6 meses da eleição

Reportagem da Lupa mostra que, a 6 meses das eleições municipais, o desafio de estancar a desinformação — diante da falta de regulação pelo Congresso e pela omissão no monitoramento de algumas plataformas — vai exigir ainda mais atenção do TSE. Especialistas criticam ainda critérios que serão adotados para remoção de conteúdos enganosos.

Ítalo Rômany
05.04.2024 - 10h15
Política
Mistura de Páscoa, direito trans e NBA gera pico de 'fakes' nos EUA

Ignorando o fato de que o Dia da Visibilidade Transgênero existe desde 2009, religiosos conservadores usaram acusações falsas para atacar o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, na Páscoa, depois de ele ter manifestado apoio à comunidade trans em um comunicado.

Cristina Tardáguila
04.04.2024 - 15h25
Política
Lula volta a trocar mil por milhões e erra mortes de crianças em Gaza

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) errou ao afirmar que 12,3 milhões de crianças morreram na Faixa de Gaza, em discurso na Conferência Nacional pelos Direitos das Crianças e Adolescentes em Brasília. É falso. Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), 13,7 mil crianças foram mortas na região desde o início do conflito entre Israel e o Hamas.

Nathallia Fonseca
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital