UOL - O melhor conteúdo
Lupa
Vídeo de Lula sendo vaiado no RS é antigo e foi gravado em março
04.05.2024 - 17h55
Florianópolis - SC
Circula pelas redes sociais um vídeo no qual um pequeno grupo de pessoas vaia o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), supostamente durante visita ao Rio Grande do Sul em 2 de maio de 2024. A gravação de 35 segundos mostra um helicóptero pousando e, na sequência, um cortejo de carros em um dos quais estaria o petista. O letreiro ironiza que as vaias seriam a “recepção calorosa” ao “descondenado” no Sul do país, em referência a Lula. Falta contexto. A gravação não é atual e foi feita em março de 2024. 
Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:
“RECEPÇÃO CALOROSA AO ‘DESCONDENADO’ NO SUL”
– Texto em vídeo que circula no WhatsApp
Falta contexto
O vídeo que mostra um grupo de pessoas vaiando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é antigo e não foi gravado em 2 de maio de 2024, quando o petista visitou o Rio Grande do Sul em solidariedade aos atingidos pelas enchentes
Pesquisa reversa de imagens mostra que a cena foi registrada em 15 de março — e não 2 de maio. Na ocasião, o petista participou de eventos na capital Porto Alegre e no município de Lajeado. As informações da visita de março do chefe do Executivo ao estado gaúcho estão registradas na agenda oficial do Planalto
Além da busca reversa, é possível verificar o local correto da gravação a partir do nome que consta em uma placa próxima do local onde o grupo está reunido: Laboratório Univates. Esse laboratório fica no campus da Universidade do Vale do Taquari (Univates), na cidade de Lajeado, onde o petista esteve, juntamente com uma comitiva de ministros, em 15 de março. Naquele dia, anunciou recursos para a reconstrução da infraestrutura da região do Vale do Taquari após as enchentes de setembro e novembro de 2023.  
Já a visita que Lula fez ao Rio Grande do Sul em 2 de maio incluiu apenas a cidade de Santa Maria, a 291 quilômetros de Porto Alegre, e não Lajeado — um dos mais afetados pela chuva que começou em 26 de abril. A programação previa sobrevôo pelas áreas afetadas, mas essa agenda foi cancelada em razão do mau tempo
Vale pontuar que o vídeo sem a devida contextualização foi publicado originalmente pelo deputado federal Mário Frias (PL), em 3 de maio, no Instagram, com a legenda “Cada um tem a recepção que merece”. Nos comentários, muitos usuários interpretaram a vaia do pequeno grupo como sinal de que Lula não tem apoio e, portanto, as urnas foram fraudadas — o que não é verdade
O deputado Mário Frias foi procurado e a verificação será atualizada em caso de resposta. 
Todos os conteúdos da Lupa são gratuitos, mas precisamos da sua ajuda para seguir dessa forma. Clique aqui para fazer parte do Contexto e apoiar o nosso trabalho contra a desinformação.

LEIA MAIS

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco.
Editado por
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


17.07.2024 - 16h16
Internacional
É falso que antifa chamado Mark Violets atirou em Donald Trump

Post alega que o Departamento de Polícia de Butler identificou que o homem que atirou em Donald Trump se chama Mark Violets, um membro da Antifa. A publicação é acompanhada de um vídeo que mostra Violets sobre um telhado supostamente morto. É falso. O homem no vídeo é Thomas Matthew Crooks, morto pelo Serviço Secreto norte-americano.

Maiquel Rosauro
17.07.2024 - 15h12
Política
Agente do Serviço Secreto dos EUA não foi impedido de disparar em atirador de Trump

Circula nas redes o relato de um suposto agente do Serviço Secreto dos EUA chamado Jonathan Willis, afirmando que foi impedido de disparar contra o atirador que tentou assassinar o ex-presidente dos EUA Donald Trump. É falso. O Serviço Secreto esclareceu que não tem nenhum agente com esse nome e classificou a história como “categoricamente falsa”.


Gabriela Soares
17.07.2024 - 15h08
Política
É falso que governo confirmou fim do pagamento de R$ 600 no Bolsa Família

Post alega que Lula confirmou o fim do pagamento de R$ 600 no Bolsa Família. A publicação possui um vídeo no qual uma mulher diz que o ministro Fernando Haddad afirmou que haverá cortes para famílias que recebem benefícios sociais. É falso. O governo não confirma a informação. Haddad não disse que haverá cortes para famílias em benefícios sociais.

Maiquel Rosauro
16.07.2024 - 17h29
Internacional
Homem em vídeo viral não é autor de atentado contra Donald Trump

Homem em um vídeo viral alega ser Thomas Matthew Crooks, o responsável por atirar em Donald Trump em um comício, no sábado (13). É falso. Crooks foi morto pelo serviço secreto após os disparos. O homem no vídeo é um usuário do X que tentou fazer uma trollagem. Ele se arrependeu e disse que o vídeo foi um erro.

Maiquel Rosauro
16.07.2024 - 17h03
Eleições nos EUA
Diretor do FBI não revelou que deputado do partido de Biden mandou matar Trump

Circula nas redes post afirmando que o diretor do FBI descobriu que o atirador que tentou matar Donald Trump foi contratado por um deputado democrata para cometer o crime. É falso. Não há qualquer declaração pública sobre esse suposto fato. As investigações ainda estão no início e não há participação de qualquer outra pessoa no crime, diz o FBI.

Ítalo Rômany
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital