UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso vídeo dizendo que Bolsonaro doou R$ 17 milhões ao RS
14.05.2024 - 17h37
João Pessoa - PB
Circula nas redes sociais um vídeo afirmando que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) resolveu doar R$ 17 milhões para ajudar às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Segundo o registro, o dinheiro veio das doações efetuadas via Pix por apoiadores do ex-presidente ano passado. É falso. 
Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:
O ex-presidente da República, o senhor Jair Bolsonaro, ainda internado no hospital para tratar de algumas enfermidades e, após um obsequioso silêncio diante da tragédia que se abateu sobre o Estado do Rio Grande do Sul, resolveu vir a público para anunciar que irá doar todo o dinheiro arrecadado via Pix, dinheiro que seria destinado a pagamento de multas pelas infrações cometidas no tempo da pandemia. Mas, como essas multas foram anistiadas, ele resolveu doar todo esse dinheiro para o povo, que deu a ele uma ampla margem de votos durante as eleições de 2022 no ato de extremo patriotismo, de amor ao próximo.
– Trecho de vídeo que circula no WhatsApp
Falso
O registro que está sendo compartilhado nas redes é uma versão manipulada de um vídeo publicado no canal Portal do José, do professor ​​José Fernandes Junior, no domingo (12). O trecho isolado dá a impressão de que Fernandes Junior realmente anunciou uma doação de R$ 17 milhões por parte de Bolsonaro. A afirmação, entretanto, faz parte de uma crítica do professor ao ex-presidente e seus apoiadores.
Na gravação original, Fernandes Junior revela logo em seguida que se trata de uma 'ficção' (a partir do minuto 1'38"). "Evidentemente você percebeu que isso é uma grande ficção. Porque a história não bate em nenhuma ponta”, diz. O youtuber ainda reforça a crítica: “Não há solidariedade, não há empatia, não há amor ao próximo. Essa gente só consegue reunir pessoas para dar golpes, para atacar a democracia".
Até o início da tarde de terça-feira (14), não havia evidências de que o ex-presidente realizou a doação no valor de R$ 17 milhões para ajudar às vítimas das enchentes do Rio Grande do Sul. Não há qualquer publicação nas redes de Bolsonaro (Instagram, Facebook, X) que mencione o assunto, tampouco há na imprensa alguma publicação que confirme a informação. 
Em nota, o governo do Rio Grande do Sul explicou que, de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), informações referentes a doações só podem ser divulgadas com a anuência do doador. No entanto, o PIX do SOS Enchentes não recebeu nenhuma doação cujo montante único tenha sido de R$ 17 milhões.
A reportagem também entrou em contato com a assessoria do ex-presidente por WhatsApp questionando o conteúdo do vídeo, mas não houve retorno. 

Todos os conteúdos da Lupa são gratuitos, mas precisamos da sua ajuda para seguir dessa forma. Clique aqui para fazer parte do Contexto e apoiar o nosso trabalho contra a desinformação.

LEIA TAMBÉM
Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco.
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


18.05.2024 - 16h51
Rio Grande do Sul
É falso que barragem da Usina 14 de Julho causou enchente no RS; vídeo é antigo

Vídeo que circula nas redes sociais afirma que a abertura de comportas das barragens do Rio das Antas e do Rio Carreiro teria resultado nas enchentes do Rio Grande do Sul. É falso. Trata-se de um vídeo antigo que não tem relação com as recentes enchentes. Além disso, as barragens citadas não têm capacidade de impactar nas cheias.


Evelyn Fagundes
18.05.2024 - 12h46
Rio Grande do Sul
Vídeo de resgate de criança por civis em enxurrada foi gravado na Turquia, não no RS

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra o resgate de duas pessoas em uma enchente. A legenda afirma se tratar do salvamento de duas crianças que ocorreu recentemente no Rio Grande do Sul. É falso. A gravação mostra o resgate de uma mulher e de uma criança em março de 2023 na Turquia.

Catiane Pereira
18.05.2024 - 09h46
Rio Grande do Sul
É falso que 2 mil corpos foram congelados em frigorífico de Canoas (RS)

Vídeo nas redes sociais alega que estão congelando corpos em câmaras frigoríficas no bairro Mathias Velho, em Canoas (RS). É falso. O Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul e a Prefeitura de Canoas desmentiram o boato. Além disso, o boletim da Defesa Civil, divulgado às 9h de sábado (18), aponta 22 óbitos em Canoas.

Catiane Pereira
17.05.2024 - 17h30
Rio Grande do Sul
É falso que foram destruídas doações para o RS mostradas em vídeo viral

Circula nas redes sociais um vídeo alegando que doações enviadas para o Rio Grande do Sul foram destruídas. É falso. Trata-se de um registro de 2023, em que donativos estavam sendo movidos por uma retroescavadeira para organizar o local. O conteúdo desinformativo ainda conta com outras narrativas falsas.


Evelyn Fagundes
16.05.2024 - 17h15
Rio Grande do Sul
É falso que lista com 53 nomes seja de crianças desacompanhadas em abrigo na Ulbra, em Canoas

Circula pelas redes sociais uma lista com supostos nomes de crianças sem seus responsáveis que estariam abrigadas no Campus da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), em Canoas (RS). É falso. Na verdade a lista traz os nomes de pessoas desabrigadas e que foram acolhidas em outro local, não de crianças desacompanhadas.

Catiane Pereira
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital