UOL - O melhor conteúdo
Lupa
É falso que pesquisa da Nasa desmente ambientalistas
18.06.2024 - 13h25
Florianópolis - SC
Circula pelas redes sociais que um estudo da Nasa – agência espacial dos Estados Unidos – teria mostrado que a agricultura brasileira ocupa apenas 7,6% do território nacional. Essa pesquisa, segundo a publicação, teria sido uma forma de desmentir ambientalistas e provado que existe “pressão e manipulação” no setor agro do país. É falso. 
Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:
“NASA DESMENTE AMBIENTALISTASEXPÕE PRESSÃO ECOLÓGICA E FALSAS ANÁLISES NO BRASIL”  
– Letreiro de vídeo que circula no WhatsApp
Falso
A pesquisa da Nasa citada no vídeo é antiga e não desmente os ambientalistas. Foi divulgada em 2017, não em 2024. Na gravação que circula pelas redes sociais, a apresentadora diz que a vegetação nativa é preservada em mais de dois terços da superfície do Brasil, ficando as lavouras com 64 milhões de hectares. O estudo, no entanto, mostra apenas a ocupação agrícola, ou seja, não conta as áreas de pastagens. O mapeamento foi feito a partir de cálculos das áreas cultivadas de todo o planeta com base nas imagens de um satélite.
Os dados divulgados pela agência norte-americana naquele ano especificamente sobre plantações são similares aos levantamentos mais recentes divulgados em 2023 pelo MapBiomas, organização do Observatório do Clima que monitora e mapeia anualmente a cobertura e uso da terra do Brasil. Segundo o mapeamento de 2022, 61 milhões de hectares do território nacional eram destinados à agricultura. Atualmente, a área de agricultura deve estar em torno de 73 milhões de hectares, conforme informou a organização por e-mail. 
Contudo, especialistas explicam que esses números não significam que a agropecuária brasileira como um todo, ou seja, plantações e criações de animais, ocupem uma área pequena de solo em comparação a outras nações. Se considerada a agropecuária como um todo (lavouras e pastagens), levantamento do MapBiomas mostrou que a ocupação do território por essas atividades era de 282,5 milhões de hectares (página 2) em 2022, o que corresponde a 33% ou um terço do país.
Em comparação a outros países, o Brasil tem a terceira maior área de produção agropecuária no mundo, atrás apenas da China e dos Estados Unidos. “O trabalho feito pela Nasa foi de mapeamento de cropland [terras agrícolas]. O problema não está com a pesquisa, mas com o uso que se faz dela para dar a entender que apenas a agricultura conta no espaço ocupado pela agropecuária”, informou, por e-mail, o coordenador técnico do MapBiomas, Tasso Azevedo.
Também é falso que “a vegetação nativa é preservada em mais de dois terços do país”, como diz a apresentadora no vídeo viral. Os dados do MapBiomas mostram que 66% do país tem cobertura vegetal nativa, mas isso não significa que essas áreas estejam preservadas. Isso porque cerca de 20% dessa vegetação é secundária, ou seja, está em regeneração. As causas para isso podem ser tanto naturais como resultado da ação humana sobre essas regiões, como o desmatamento e queimadas. 

LEIA MAIS

Esta‌ ‌verificação ‌foi sugerida por leitores através do WhatsApp da Lupa. Caso tenha alguma sugestão de verificação, entre em contato conosco.
Clique aqui para ver como a Lupa faz suas checagens e acessar a política de transparência
A Lupa faz parte do
The trust project
International Fact-Checking Network
A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos.
A Lupa está infringindo esse código? FALE COM A IFCN
Tipo de Conteúdo: Verificação
Conteúdo de verificação de informações compartilhadas nas redes sociais para mostrar o que é falso.
Copyright Lupa. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.

Leia também


17.07.2024 - 16h16
Internacional
É falso que antifa chamado Mark Violets atirou em Donald Trump

Post alega que o Departamento de Polícia de Butler identificou que o homem que atirou em Donald Trump se chama Mark Violets, um membro da Antifa. A publicação é acompanhada de um vídeo que mostra Violets sobre um telhado supostamente morto. É falso. O homem no vídeo é Thomas Matthew Crooks, morto pelo Serviço Secreto norte-americano.

Maiquel Rosauro
17.07.2024 - 15h12
Política
Agente do Serviço Secreto dos EUA não foi impedido de disparar em atirador de Trump

Circula nas redes o relato de um suposto agente do Serviço Secreto dos EUA chamado Jonathan Willis, afirmando que foi impedido de disparar contra o atirador que tentou assassinar o ex-presidente dos EUA Donald Trump. É falso. O Serviço Secreto esclareceu que não tem nenhum agente com esse nome e classificou a história como “categoricamente falsa”.


Gabriela Soares
17.07.2024 - 15h08
Política
É falso que governo confirmou fim do pagamento de R$ 600 no Bolsa Família

Post alega que Lula confirmou o fim do pagamento de R$ 600 no Bolsa Família. A publicação possui um vídeo no qual uma mulher diz que o ministro Fernando Haddad afirmou que haverá cortes para famílias que recebem benefícios sociais. É falso. O governo não confirma a informação. Haddad não disse que haverá cortes para famílias em benefícios sociais.

Maiquel Rosauro
16.07.2024 - 17h29
Internacional
Homem em vídeo viral não é autor de atentado contra Donald Trump

Homem em um vídeo viral alega ser Thomas Matthew Crooks, o responsável por atirar em Donald Trump em um comício, no sábado (13). É falso. Crooks foi morto pelo serviço secreto após os disparos. O homem no vídeo é um usuário do X que tentou fazer uma trollagem. Ele se arrependeu e disse que o vídeo foi um erro.

Maiquel Rosauro
16.07.2024 - 17h03
Eleições nos EUA
Diretor do FBI não revelou que deputado do partido de Biden mandou matar Trump

Circula nas redes post afirmando que o diretor do FBI descobriu que o atirador que tentou matar Donald Trump foi contratado por um deputado democrata para cometer o crime. É falso. Não há qualquer declaração pública sobre esse suposto fato. As investigações ainda estão no início e não há participação de qualquer outra pessoa no crime, diz o FBI.

Ítalo Rômany
Lupa © 2024 Todos os direitos reservados
Feito por
Dex01
Meza Digital